Cuiabá, 29 de Janeiro de 2023
logo

29 de Outubro de 2014, 15h:15 - A | A

PAPO RETO / MERITOCRACIA

Por bons resultados, Taques avisa que não vai poupar nem mesmo secretários

DA REDAÇÃO



O governador eleito Pedro Taques (PDT) pretende usar a meritocracia como sistema de gestão em Mato Grosso. Na busca por resultados positivos, ele promete oferecer adicionais nos salários e oportunidades de crescimento àqueles que alcançarem excelentes resultados na gestão pública, de professores a secretários de Estado. 

“A respeito da meritocracia, estamos buscando o que se denomina contrato de gestão, estabelecendo parâmetros para alcançar determinados indicadores, sob pena de não permanecerem na gestão secretários de Estado. Vamos discutir com os sindicatos a meritocracia, a partir de um piso salarial para que possamos dar um ‘plus’ para aqueles que tem maior capacidade. isso será feito aos poucos”.

A parte difícil a ser enfrentada pelo novo governador será encontrar pessoas com o perfil desejado bem qualificadas, honestas, com experiência e que seriam capazes de deixar a iniciativa privada, onde são bem remuneradas, para ocupar cargo comissionado com subsídio que não chega a R$ 15 mil líquidos.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia