Cuiabá, 20 de Agosto de 2022
logo

07 de Dezembro de 2017, 16h:02 - A | A

PAPO RETO / NA SEDE DA SEFAZ

Governo se reúne com Banco Mundial para 'vender' dívida de R$ 7 bilhões

DA REDAÇÃO



As equipes das Secretarias de Fazenda e de Planejamento se reuniram com representantes do Banco Mundial (Bird) da Secretaria do Tesouro Nacional (STN). O encontro, na sede da Sefaz, tem como objetivo dar continuidade à elaboração do projeto de apoio da instituição financeira para a renegociação da dívida dolarizada e a efetivação do ajuste fiscal de Mato Grosso, após a aprovação do Regime de Recuperação Fiscal (RRF).

O secretário de Fazenda, Gustavo de Oliveira, ressalta a importância do Banco do Mundial e da STN na implantação do Regime de Recuperação Fiscal. “Estamos em tratativas há quase seis meses e desde o início estamos recebendo apoio para este projeto de ajuste fiscal do Estado de Mato Grosso. É um ajuste que vai acontecer em médio e longo prazos, mas que já produz efeitos imediatos.

No ano passado, o Estado quitou R$ 230 milhões junto à instituição norte-americana, montante 143% maior do que os R$ 94,3 milhões pagos em 2014, ainda no governo Silval Barbosa, quando foram pagos apenas os juros e encargos.

A dívida de Mato Grosso é de cerca de R$ 7 bilhões, segundo dados da Secretaria de Fazenda (Sefaz), valor referente a empréstimos contraídos com autarquias do Governo Federal, como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Caixa Econômica Federal (CEF), para investimentos em obras da Copa do Mundo, além de outras dívidas contraídas pelas gestões anteriores.

Desse total, em torno de 24% corresponde à dívida dolarizada (R$ 1,68 bilhão). Os pagamentos para o Bank of America estão programados para até 2022 .

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

>>> Receba notícias no Telegram e fique bem informado

Comente esta notícia