facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 13 de Junho de 2024
13 de Junho de 2024

04 de Novembro de 2022, 16h:28 - A | A

PAPO RETO / "RESISTÊNCIA CIVIL"

Emanuel nega multar carros de manifestantes na 13ª Brigada

DO REPÓRTER MT



O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), informou por meio de nota na tarde desta sexta-feira (04), que a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) atuará apenas na organização e fluidez do trânsito, sem a aplicação de autos de infração aos veículos de manifestantes que estão na região da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, na capital.

De acordo com o comunicado, o gestor destacou que apoia o direito às manifestações, desde que sejam pacíficas, ordeiras e que não acarretem prejuízos a terceiros.

O ato, denominado "Resistência civil", começou no domingo (30), após a derrota de Jair Bolsonaro (PL) nas eleições presidenciais. O grupo exige intervenção federal no país, para impedir que Lula (PT) assuma a presidência.

Integra da nota:

Sobre a atuação dos agentes de fiscalização de trânsito, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, reitera que é um defensor do diálogo e do respeito. Assevera que a Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá irá atuar no que é atinente à organização e fluidez do trânsito, garantindo a mobilidade dos munícipes, sem a aplicação de autos de infração.

Assevera que apoia o direito às manifestações, desde que sejam pacíficas, ordeiras e que não acarretem em prejuízos a terceiros.

Leia mais

Manifestantes mantêm protesto na 13ª Brigada em Cuiabá, sem data para acabar

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia