facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 19 de Julho de 2024
19 de Julho de 2024

28 de Novembro de 2017, 11h:50 - A | A

PAPO RETO / DECLARAÇÕES NO WHATSAPP

Delegados dos 'grampos' processam colega por calúnia e difamação

DA REDAÇÃO



Os delegados Flávio Stringueta e Ana Cristina Feldner processaram o também delegado Vitor Chab Domingues, na última quinta-feira (23), por calúnia e difamação.

Os dois eram os responsáveis por conduzir as investigações das interceptações telefônicas clandestinas, no âmbito da Polícia Civil, e deixaram as apurações depois que os inquéritos foram encaminhados ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O processo contra o colega tramita no Juizado Especial Criminal Unificado de Cuiabá, sendo conduzido pelo juiz Mário Roberto Kono de Oliveira.

Conforme o processo, Vitor Domingues teria feito duras críticas aos colegas em um grupo de WhatsApp de seu condomínio, durante a deflagração da Operação Esdras, em setembro. Na operação, foram presas oito pessoas, entre elas, o ex-secretário de Segurança Pública, Rogers Jarbas, que mora no mesmo condomínio de Domingues.

Feldner e Stringueta alegaram que o colega teceu críticas consideradas pessoais e de baixo calão. Uma audiência preliminar foi marcada pelo juiz responsável para o dia 25 de janeiro de 2018, às 16 horas.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia