facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 17 de Julho de 2024
17 de Julho de 2024

06 de Outubro de 2017, 16h:00 - A | A

PAPO RETO / APÓS AFASTAMENTO

Conselheiros substitutos estão com sobrecarga de trabalho no TCE

DA REDAÇÃO



O afastamento de cinco conselheiros titulares do Tribunal de Contas do Estado (TCE) fez com que triplicasse a quantidade de trabalho dos substitutos.

Os conselheiros foram afastados das funções por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), na Operação Malebolge. Antonio Joaquim, José Carlos Novelli, Waldir Teis, Valter Albano e Sérgio Ricarfo foram citados na delação do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), que os acusou de cobrar R$ 63 milhões em propina para autorizar a continuidade de obras.

Agora, os conselheiros interinos também estão respondendo pelos processos de contas que estavam sob a responsabilidade dos conselheiros titulares, ou seja, toda a administração direta e indireta estadual, como as contas do Governo do Estado, secretarias estaduais, autarquias públicas e as contas dos Poderes Legislativo, Judiciário, assim como do Ministério Público Estadual, Defensoria Pública e do próprio TCE (no caso das contas do TCE, é emitido um parecer técnico para julgamento definitivo pela Assembleia Legislativa).

O TCE está funcionando com a seguinte composição e atribuições: conselheiro Domingos Neto, pela Presidência e gestão administrativa do Tribunal; conselheiro interino Luiz Henrique Lima, pela Vice-Presidência, pela 5ª Relatoria e Relatoria do Gabinete de Conselheiro Substituto; conselheiro interino Isaias Lopes da Cunha, pela Corregedoria-Geral, pela 1ª Relatoria e pela Relatoria de origem; conselheiro interino Luiz Carlos Pereira, pela Ouvidoria-Geral, 6º Relatoria e Relatoria de origem; conselheira interina Jaqueline Jacobsen, conselheiro interino Moisés Maciel e conselheiro interino João Batista de Camargo, respectivamente, pela 2ª, 3ª e 4ª Relatorias e pelas Relatorias de origem. Conselheiro substituto Ronaldo Ribeiro de Oliveira, pela Relatoria de origem e como conselheiro substituto junto à Presidência. 

 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia

JOSE ANTONIO 07/10/2017

BEM A CARA DOS AUDITORES SUBSTITUTO, TENTANDO VALORIZAR UM TRABALHO MUITO TRANQUILO QUE JÁ FOI TUDO REALIZADO PELOS AUDITORES E TÉCNICOS,, TOMEM VERGONHA DISSEMINANDO MATÉRIA PARA LUDIBRIAR A SOCIEDADE... VOCÊS NÃO SÃO MELHORES QUE NINGUÉM, VERDADEIRA HIPOCRISIA, RECEBEM PARA FAZER SEU TRABALHO.. POR ISSO FAÇAM POR VALER...

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1