Cuiabá, 12 de Agosto de 2022
logo

11 de Dezembro de 2017, 08h:46 - A | A

PAPO RETO / QUER SE ALIAR A BOLSONARO

Bezerra sai do PSB e aponta ligação de Valtenir com forças que destruíram o país

DA REDAÇÃO



O deputado estadual, Oscar Bezerra encaminhou nota oficial à imprensa, no domingo (10), para anunciar que vai deixar o PSB porque discorda da condução da sigla, em caráter nacional, que colocou o deputado federal, Valtenir Pereira como presidente regional do partido.

Em nota, o parlamentar explica que o líder da sigla em MT teve atitudes das quais discorda e possui ideologia contrária a dele “inclusive por seu alinhamento com forças de esquerda que destruíram o nosso país”, destaca Bezerra.

 

Bezerra ainda esclareceu que sua saída do PSB não é um anúncio de que seguirá para o Patriota, partido do pré-candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro, a quem afirma que pode apoiar. Segundo o deputado, falta o convite.

 

NOTA OFICIAL

Eu Oscar Bezerra, conforme todos sabem, e já amplamente divulgado pela mídia, inclusive por meio de gravações com minhas falas, eu estarei me desligando do PSB, partido que ajudei a construir em MT. Minha decisão foi motivada por discordar da condução do partido pelo Presidente Nacional e pela tomada do próprio em MT, pelo Deputado Valtenir Pereira, o qual tomou atitudes que discordo veementemente, além de suas posições ideológicas serem contrárias as minhas, inclusive por seu alinhamento com forças de esquerda que destruíram o nosso país.

Cheguei a comentar nos bastidores sobre minha intenção em apoiar o pré-candidato à presidência do Brasil Jair Bolsonaro, por ele ser conservador, cristão e tendo posições firmes e contundentes quanto ao livre mercado e à segurança pública, soberania nacional, proteção da propriedade privada e proteção de nossas fronteiras para combater o tráfico internacional de drogas e armas, por defender a família e os valores cristãos.

Porém, eu jamais disse ter recebido convite para filiar-me ao Patriota, partido que deve recepcionar o pré-candidato Bolsonaro em março de 2018.

Reforço que me honraria receber um convite, respeito os dirigentes deste partido, mas reforço que não recebi o convite conforme foi noticiado por alguns veículos de imprensa.

 

Respeitosamente, Oscar Bezerra.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

>>> Receba notícias no Telegram e fique bem informado

Comente esta notícia