Cuiabá, 30 de Janeiro de 2023
logo

11 de Novembro de 2014, 14h:57 - A | A

PAPO RETO / ATA DE TAQUES

Após perder por 4 x 1 no TRE, Fiúza tenta ser 1° suplente via TSE

DA REDAÇÃO



Paulo Fiuza afirmou que deverá entrar com recurso no Tribunal Superior Eleitoral. Nesta terça-feira (11), o Tribunal Regional Eleitoral indeferiu o recurso feito pela defesa do empresário que tinha como objeitvo investigar suposta fraude nas atas de suplência de 2010. Com a decisão por maioria, sendo quatro votos a um, Fiuza permanece como segundo suplente e o policial rodoviário José Medeiros como primeiro. 

O advogado de defesa Ricardo Almeida informou que além do recurso que deverá ser interposto, essa questão deverá ter desdobramentos ainda na Comissão de Ética do Senado Federal. "Não é plausível e a sociedade não espera que um senador da república acenda a esse cargo mediante a uma fraude", afirmou.

O relator juiz André Luiz de Andrade Pozzeti  votou pela manutenção da sua decisão que havia extinguida a ação declaratória por inadequação da via. A desembargadora Maria Helena Póvoas, após pedido de vistas, acompanhou o voto do relator.

 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia