Cuiabá, 29 de Setembro de 2022
logo

22 de Setembro de 2022, 16h:43 - A | A

NACIONAL / CONVOCADOS PARA GUERRA

'Não quero morrer': o relato de russos que fugiram da mobilização

Muitas pessoas deixaram a Rússia após anúncio de que 300 mil reservistas serão convocados para reforçar tropas na Ucrânia

AFP/R7



Na área de desembarque do aeroporto de Yerevan na Armênia, Sergei parece abatido e exausto depois de fugir às pressas da Rússia com o filho por medo de ser enviado para o front na Ucrânia.

Este homem de 44 anos, que prefere não mencionar o sobrenome, é um entre os milhares de russos que deixaram o país desde a invasão da Ucrânia, um fenômeno que parece ter aumentado desde o anúncio na última quarta-feira (21), feita pelo presidente Vladimir Putin de uma mobilização parcial de reservistas.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

As autoridades disseram que 300 mil reservistas serão convocados, mas muitos russos temem uma mobilização muito maior. Leia mais em R7

Comente esta notícia