Cuiabá, 01 de Fevereiro de 2023
logo

11 de Novembro de 2014, 14h:00 - A | A

JUDICIÁRIO / USO DO VLT

Estado afirma que terreno do Modelo perto do aeroporto é de utilidade pública

A área tem 3.557,12 m2 de terreno, avaliado em R$ 845,2 mil. Governo ofereceu R$ 912.943,70 mil.

ANA ADÉLIA JÁCOMO
DA REDAÇÃO



O Governo do Estado de Mato Grosso requereu a desapropriação de um dos terrenos do extinto Supermercado Modelo, localizado na Avenida Pres. Arthur Bernardes, Bairro Jardim Aeroporto, Várzea Grande.

O local está abandonado desde julho deste ano e fica, exatamente, aos fundos do Terminal de Embarque e Desembarque do VLT, em frente ao Aeroporto Internacional Marechal Rondon.

De acordo com publicação do Diário Oficial, que circula nesta terça-feira (11), a área foi declarada de utilidade pública, para efeito de desapropriação para implantação do Veículo Leve Sobre Trilho – VLT.

A notificação da desapropriação foi emitida em nome dos empresários que respondem legalmente pela rede: Altevir Pierozan Magalhaes, Altair Pierozan Magalhaes, Aldecir Pierozam Magalhães e Clairton Pierozan Magalhães.

A área tem 3.557,12 m2 de terreno, avaliado em R$ 845,2 mil, no entanto, o Governo ofereceu R$ 912.943,70 (novecentos e doze mil, novecentos e quarenta e três reais e setenta centavos), calculando juros e demais acréscimos legais.

O edital expedido deve ser de cumprido pelos empresários num prazo de 10 dias, para eventual impugnação de terceiros.

“E para que chegue ao conhecimento de todos e ninguém possa alegar ignorância, foi expedido o presente edital, que será publicado na forma da lei e afixado na sede deste juízo, no lugar público e de costume”, diz trecho da publicação oficial.

O Estado publicou ainda uma lista de benfeitorias que serão demolidas, para assim calcular o valor da indenização.

a) Portão de grade, com 24,54m2, com pintura, avaliado em R$ 5.452,59;

b) Mureta de alvenaria, com 142,23m2 de área total, avaliado em R$ 22.044,89

c) Edificação de uso comercial, com 36,61m2 de área total construída, avaliada em R$ 38.192,05

d) Placa informativa (recolocação), 1 unidade, avaliado em R$ 153,18

e) Totem de propaganda (recolocação), 1 unidade, avaliado em R$ 911,28

f) Toldos (recolocação), avaliado em R$ 911,28.

A decadência da rede Modelo

O Grupo Modelo iniciou as atividades em Mato Grosso em 1984 em uma área de 300 metros quadrados no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande. Em 2011 inaugurou o Atacado Modelo em Cuiabá e a sua primeira Loja em Primavera do Leste. A rede esteve presente em Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Tangará da Serra e Primavera do Leste.

Além dos supermercados, hipermercados e atacarejos (com vendas no atacado e varejo), o Grupo Modelo possuía sua própria empresa de distribuição, a ABS Logística, localizada no Distrito Industrial de Cuiabá, mais precisamente na rodovia BR-364, sentido Cuiabá-Rondonópolis.

Desde janeiro de 2013 o grupo já encerrou as atividades nas lojas do Hiper Modelo Santa Rosa, o atacado Beira Rio e as filiais no Pantanal Shopping e Rondon Plaza Shopping, em Rondonópolis. Em maio de 2014 foram paralisadas as atividades no CPA 3, CPA 1 e na Avenida da Prainha.

Em julho tiveram paralisadas as vendas na matriz no bairro Cristo Rei e a unidade ao lado do Aeroporto Internacional Marechal Rondon.

A dívida da rede de supermercados está orçada em R$ 184 milhões e a mesma encontra-se em processo de Recuperação Judicial.

Comente esta notícia