facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 24 de Julho de 2024
24 de Julho de 2024

18 de Janeiro de 2014, 09h:39 - A | A

PAPO RETO / TRAPALHADA FATAL

\"Ih, deu M... pegamos o cara errado\", teria dito PM que matou doente mental

DA REDAÇÃO



Fontes ligadas à PM-MT informaram à Coluna que os PMs do 10º Batalhão, que mataram o deficiente mental Ademar Silveira Oliveira, de 19 anos, na tarde do dia 07 de janeiro, na Avenida República do Líbano, em Cuiabá, teriam ido ao local para executar um bandido jovem, que tocava o terror na região.

A fonte diz que a vítima possuía características parecidas com a do suposto marginal que seria eliminado. Ao derrubarem Ademar com um tiro no tórax, os três PMs que participaram da ação se aproximaram do corpo e um deles teria dito; "Ih, deu M... esse é o cara errado".

A partir daí teria surgido a tese de que a vítima atacara os militares com um facão. Curioso é que o tal facão estava na cintura da vítima e não em punho, como deveria ser, se a mesma tivesse atacado os PMs. Como poderia o rapaz atacar os PMs, levar um tiro e, antes de cair morto, guardar a faca na cintura de novo? 

RepórteMT

Faca estava na cintura da vítima, na parte de trás, derrubando da tese de que atacou os PMs.

 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia