facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 20 de Julho de 2024
20 de Julho de 2024

07 de Novembro de 2017, 09h:00 - A | A

GERAL / É O CAOS

Obra em trincheira para o trânsito na Avenida Miguel Sutil

Os motoristas que utilizaram a avenida entre as 7h e 8h se surpreenderam com a situação, que causou grande confusão no trânsito, já que não havia orientação por parte dos agentes de Mobilidade Urbana, os "Amarelinhos".

CAMILA PAULINO
DA REDAÇÃO



As obras de reparo de infiltração, drenagem e recapeamento da Trincheira Santa Rosa, realizadas pela empresa Concremax, contratada pelo Governo do Estado, causaram um verdadeiro caos  no trânsito, em horário de pico, e geraram grande congestionamento na Avenida Miguel Sutil,  na manhã desta terça-feira (7).

Os motoristas que utilizaram a avenida entre as 7h e 8h se surpreenderam com a situação, que causou grande confusão no trânsito, já que não havia orientação por parte dos agentes de Mobilidade Urbana, os "Amarelinhos". Somente as 9h da manhã, a  Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) destinou agentes para moninotrar o fluxo de veículos nas regiões dos bairros Despraiado e Santa Rosa.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Pelo local trafegam entre 13 mil a 15 mil veículos em horário de pico.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Cidades (Secid), responsável pela obra, informou que irá solicitar que a empresa incie os trabalhos após as 9h, para não causar congestionamento no trânsito.

A obra tem o prazo de seis meses para ser concluída. 

A construtora foi contratada com dispensa de licitação após a realização de três certames fracassados. A contratação direta realizada pela Secid está fundamentada no artigo 24, inciso V, da Lei de Licitações (nº 8.666/93) e a homologação circulou no Diário Oficial do dia 12 de setembro deste ano. O custo estimado para o serviço ficou em R$ 4,99 milhões.

Até agora, 89,9% dos serviços previstos em contrato foram concluídos e o valor total da obra com aditivos, é de R$ 23,53 milhões. 

 

Álbum de fotos

Repórter MT/Reprodução

Repórter MT/Reprodução

Repórter MT/Reprodução

Comente esta notícia