Cuiabá, 12 de Agosto de 2022
logo

14 de Dezembro de 2017, 15h:14 - A | A

GERAL / PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Justiça Federal determina a interdição imediata da Casa de Bem Bem

A casa é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan) e estava abandonada até outubro deste ano, quando a Prefeitura de Cuiabá anunciou que iria reformar o espaço e transformar o local em Centro Cultural.

CAMILA PAULINO
DA REDAÇÃO



A Justiça Federal determinou a intervenção imediata da Casa de Bem Bem para garantir a segurança do local e a integralidade da estrutura que ainda resta da edificação depois que parte da estrutura desabou em decorrências das chuvas, em Cuiabá. A notificação foi emitida nesta quarta-feira (13) e assinada pelo juiz federal Raphael Casella De Almeida Carvalho.

A casa é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan) e estava abandonada até outubro deste ano, quando a Prefeitura de Cuiabá anunciou que iria reformar o espaço e transformar o local em Centro Cultural.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Há duas semanas, a Prefeitura  de Cuiabá iniciou obras de revitalização do imóvel, após intervenção da Procuradoria Geral do Município, porém, com as chuvas as obras foram prejudicadas. A obra é conduzida por meio de um Termo de Comodato, e o valor é de R$ 2,1 milhões.

“Diante do exposto, defiro o pedido de tutela cautelar em caráter antecedente para determinara imediata intervenção técnica, por parte dos requeridos, visando assegurar a integralidade da estrutura restante da edificação, de imóvel tombado, no prazo de 72 (setenta e duas) horas”, afirmou o juiz na medida cautelar.

O magistrado determinou ainda que técnicos do Iphan elaborem um relatório de vistoria em até 10 dias para que sejam tomadas as medidas cabíveis ao caso.

Ao Iphan a produção de relatório detalhado acerca da situação atual da edificação e possíveis soluções para preservação do patrimônio histórico, em 10 dias e a produção de relatório detalhado acerca da situação atual da edificação e possíveis soluções para preservação do patrimônio histórico, em 10 dias”, determinou o magistrado.

O juiz pediu a produção de provas que comprovem a deterioração e descaso com o prédio e nomeou a perita Ingrid Biasetto Ens para o procedimento.

História da Casa de Bem Bem 

O local era conhecido como ponto de encontro para as tradicionais festas de São Benedito e ficou famoso por ser um lugar alegre e receptivo. 

A proprietária da casa, Constança Figueiredo Palma, conhecida como "Dona Bem Bem", foi uma típica cuiabana muito carismática e solidária que nasceu em 1919 e faleceu aos 71 anos, em 1990.

Ela é mãe do ex-prefeito de Cuiabá, Rodrigues Palma.

 

Leia mais

Casa de Bem Bem desaba por causa das chuvas na Capital

Comente esta notícia

antunes silva 14/12/2017

Interditar o que agora ? Barro? Lama?......Não reconstroem mais essa casa na perfeição dela nem usando robô. Tudo que é tombado acaba assim. O dono queria mais que caisse, um terreno imenso desses com duas frentes no centro da cidade. Isso tudo é pensado pra especular. logo logo sobe um edifício top ali e acabou se a choradeira. Fui em muitas festas da sociedade cuiabana nessa casa, Uma pena para a memória da cidade.

1 comentários

1 de 1