Cuiabá, 31 de Janeiro de 2023
logo

28 de Dezembro de 2014, 09h:04 - A | A

GERAL / HERDEIROS DA CACHAÇA 51

Empresário, mulher e filha de 2 anos morrem em queda de helicóptero

As vítimas foram carbonizadas após a aeronave explodir no solo; o piloto e a babá da criança também morreram

DA FOLHA DE S. PAULO



As três pessoas da mesma família –um casal e uma filha– que morreram na queda de um helicóptero em Bertioga (a 103 km de São Paulo), no litoral paulista, na manhã deste sábado (27), eram de Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo).

Marcelo Müller, 33, economista, era um dos acionistas da Companhia Müller de Bebidas, de Pirassununga (a 211 km de São Paulo), que produz a cachaça 51. Clique AQUI e veja o vídeo após o acidente.

Também morreram no acidente a mulher dele, a advogada Lumara Passos Müller, 31, e a filha do casal, Georgia Passos Müller, 2, além de uma babá e o piloto, Thiago Yamamoto. As vítimas foram carbonizadas após a aeronave explodir.

A família, que morava em São Paulo, estava hospedada na casa de amigos no condomínio Iporanga, no Guarujá (a 86 km de São Paulo), onde passaria as festas de final de ano. 

Nesta manhã, Müller, natural de Pirassununga, mas que cresceu em Ribeirão, e Lumara, ribeirão-pretana, levavam a filha para um hospital por causa de uma forte virose.

Recentemente a família havia viajado para os Estados Unidos, onde Geórgia teria manifestado os primeiros sintomas da doença, de acordo com uma amiga do casal.

Desde 2011, Müller e Lumara eram sócios da empresa Living TV, um canal sobre bem-estar, saúde e entretenimento produzido para salas de espera de consultórios, laboratórios e hospitais de São Paulo.

Müller e Lumara se casaram no Espaço Golf, que tem um dos salões de festa mais requintados de Ribeirão Preto. O casamento foi celebrado com a apresentação da dupla sertaneja Maria Cecília & Rodolfo.

Imagens do acidente que matou os donos da cachaça 51

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

 

Comente esta notícia