facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 21 de Junho de 2024
21 de Junho de 2024

02 de Novembro de 2022, 14h:22 - A | A

GERAL / VEJA AS IMAGENS

Cuiabanos tomam frente da 13ª Brigada do Exército e fecham Av. do CPA pedindo intervenção

Os manifestantes seguem depois em carreata até  o Trevo do Lagarto onde caminhoneiros desbloquearam a BR-163 nesta manhã, mas mantêm o ponto de protesto no local.

DO REPÓRTER MT



Manifestantes tomaram a frente da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada do Exército, na Avenida do CPA, na tarde desta quarta-feira (02) em protesto de resistência civil à eleição de Lula (PT) como presidente do Brasil. 

Os manifestantes pedem a intervenção federal do Exército no país. A manifestação é pacífica e o trânsito está fechado no sentido CPA/Centro. O mesmo protesto ocorre em todas as capitais do país.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Mais cedo os manifestantes estiveram reunidos em Cuiabá, na frente do 44º Batalhão do Exército.

O protesto vai se manter concentrado na frente da 13ª Brigada durante a tarde. Os manifestantes seguem depois em carreata até  o Trevo do Lagarto onde caminhoneiros desbloquearam a BR-163 nesta manhã, mas mantêm o ponto de protesto no local.

Até o início da tarde desta quarta-feira, o RepórterMT registrou que Mato Grosso tem 29  pontos de bloqueios em rodovias federais em todos o Estado. As autoridades de segurança negociam com os manifestantes a liberação das pistas.

Na noite dessa terça-feira (01), uma enorme carreata tomou as principais vias de Cuiabá em apoio aos bloqueios realizados por caminhoneiros. A movimentação teve início na Praça das Bandeiras, na Av. do CPA, e foi até o Trevo do Lagarto, em Várzea Grande, onde há um grupo de caminhoneiros parados.

A justiça determinou que as forças de segurança assegurem a liberação das rodovias, mas em Mato Grosso o movimento continua forte e obtendo mais apoiadores entre a população, indo além dos caminhoneiros.

 

 

 

Veja as imagens:

 

Álbum de fotos

Comente esta notícia

Carlos Eduardo 02/11/2022

Não Deus, quanta gente tapada. Ao invés de ficar fazendo baderna, pq esse povo não vai estudar pra saber o que é isso que eles pedem. Regime militar nunca mais.

positivo
0
negativo
0

Rogério Campos Marconcini 02/11/2022

Se esse povo solbese oque é uma intervenção militar eles nunca iam pedir uma coisa dessa

positivo
0
negativo
0

2 comentários

1 de 1