Cuiabá, 29 de Novembro de 2022
logo

18 de Novembro de 2016, 11h:00 - A | A

GERAL / INFRAESTRUTURA AÉREA

Cáceres e Tangará da Serra devem ter voos regionais e aeroportos concessionados

Em Brasília, o secretário de infraestrutura Marcelo Duarte, cumpriu agenda no Ministério dos Transportes e Aviação Civil, em busca de concretizar o projeto, já em negociação avançada.

DA REDAÇÃO



Mato Grosso poderá ter mais dois aeroportos regionais em condições para receber voos comerciais. Esta possibilidade foi apontada pelo secretário de Aviação Civil, Dario Rais Lopes, em reunião com o secretário de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso, Marcelo Duarte, nesta quinta-feira (17.11), em Brasília (DF). O titular da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) cumpriu uma extensa agenda no Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

"Agora, temos este importante posicionamento no sentido de que vamos trabalhar juntos para agilizar para 2017 e 2018 os voos destinados a Cáceres e Tangará da Serra, respectivamente”, afirmou o secretário.

“A equipe técnica se mostrou bastante contente com o resultado da recente reativação do voo saindo de Cuiabá para Barra do Garças, que recebeu obras da Sinfra. Agora, temos este importante posicionamento no sentido de que vamos trabalhar juntos para agilizar para 2017 e 2018 os voos destinados a Cáceres e Tangará da Serra, respectivamente”, afirmou o secretário.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Duarte ressaltou também a sinalização de que será possível passar para a iniciativa privada, por meio da concessão, os aeroportos de Barra do Garças, Rondonópolis, Alta Floresta e Sinop, juntamente com a licitação do Aeroporto Internacional Marechal Rondon, que ainda será realizada.

“Vamos inaugurar em Mato Grosso uma nova e moderna modelagem para aeroportos, que está sendo construída em parceria entre a Sinfra e a Secretaria de Aviação Civil".

Novo modelo

“Vamos inaugurar em Mato Grosso uma nova e moderna modelagem para aeroportos, que está sendo construída em parceria entre a Sinfra e a Secretaria de Aviação Civil. O aeroporto superavitário, no caso o Marechal Rondon, poderá subsidiar os quatro aeroportos regionais menores, de modo que todos funcionem com padrão de excelência”, explicou o secretário.

“Esta será uma grande vitória para Mato Grosso, que conseguirá, em poucos anos, além do Marechal Rondon, mais quatro aeroportos concessionados, assegurando maior qualidade de serviços e mais tranquilidade aos passageiros”, comentou.  

Marcelo Duarte também participou da reunião do Conselho Nacional de Secretários de Transportes (Consetrans). Na agenda, foram discutidas diversas ações voltadas para melhorias nos estados.

No encontro, foi deliberado que será destinado no próximo ano R$ 300 milhões para investimentos em aeroportos regionais. “Mato Grosso luta para obter uma fatia destes recursos e impulsionar a nossa estratégia regional voltada para aeroportos”, afirmou Duarte, que é vice-presidente nacional do Consetrans.

Comente esta notícia