Cuiabá, 02 de Dezembro de 2022
logo

20 de Novembro de 2022, 08h:00 - A | A

ENTREVISTA / CONTAS NO AZUL

Com R$ 15 milhões do Brasileirão no bolso, Cuiabá termina o ano com maior caixa da história

Cristiano Dresch diz que parte do dinheiro vai para investimentos nas categorias de base e estrutura do clube

LORIANE VILLAR
DO REPÓRTER MT



Por ter permanecido na elite do futebol brasileiro, o Cuiabá Esporte Clube vai receber R$ 15,2 milhões. Esse valor é referente aos direitos televisivos, distribuído de acordo com a classificação final de cada equipe. O time mato-grossense terminou a competição na 16ª colocação.

De acordo com o vice-presidente, Cristiano Dresch, a maior parte do dinheiro vai para investimentos nas categorias de base e na estrutura do clube.

“Só na categoria de base um investimento de R$ 4,5 milhões com custeio, manutenção e salários. A gente vai iniciar também as obras dos vestiários do novo centro de treinamento, na mais alta tecnologia do futebol brasileiro, que deve ficar pronto em 10 a 12 meses.”

Dresch reforça que a base é o futuro do clube. Hoje o Cuiabá tem uma escolinha que recebe crianças a partir dos cinco anos até os 14 anos de idade. E lembra que o “time B”, o sub 23, foi campeão brasileiro na categoria.

Outro investimento será na Arena Pantanal. O gramado do estádio será totalmente substituído para o próximo ano. O Cuiabá ficará responsável por custear a obra, que deve ficar entre R$ 300 mil e R$ 400 mil. Segundo o dirigente do clube, essa é uma contra partida pela utilização do estádio que é de responsabilidade do Governo de Mato Grosso.

“Acho que Cuiabá e Arena Pantanal, um depende do outro. A Arena Pantanal é o coração do projeto do Cuiabá.” 

Assista a entrevista:

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia