Cuiabá, 29 de Setembro de 2022
logo

27 de Novembro de 2013, 09h:13 - A | A

CIDADES / ATROPELADO POR MENOR

Servidor da Sefaz, morto na Miguel Sutil, deixou 5 filhos, sendo um deles \'especial\'

O corpo está sendo velado na Capela Jardins, em Cuiabá; clima é de revolta

TITA MARA TEIXEIRA
DA REDAÇÃO



O corpo do servidor da Sefaz Enéas Cardoso Filho, de 52 anos, que morreu após ser atropelado por um menor de idade na Avenida Miguel Sutil na noite de ontem (26) está sendo velado na Capela Jardins em Cuiabá, durante a manhã desta quarta-feira. O clima entre os familiares e amigos é de revolta pelo acontecido. Enéas tinha cinco filhos, sendo um deles "epecial".

De acordo com a assessoria da Sefaz, o servidor era Agente de Tributos Estaduais e atuava na instituição há 26 anos. Atualmente, era presidente da Associação dos Funcionários da Fazenda de Mato Grosso (Affemat), e ficaria à frente do cargo até 2016.

Outro pedestre que caminhava pela avenida logo atrás do ciclista é o procurador do estado, Anderson Rafael Ferreira, de 23 anos. Ele teve traumatismo craniano e foi encaminhado em estado grave ao Pronto Socorro da Capital. A terceira vítima e o operario das obras a Arena Pantanal, Wanderlei Gomes Sopro,  imigrante de Pernambuco, que assim como os outros trabalhadores da obra estão hospedados no hotel.

Enéas deixou cinco filhos, sendo um deficiente e que precisa de cuidados especiais durante 24 horas. O adolescente M.H.P.A, de 14 anos,  foi encaminhado para a Delegacia Especializada do Adolescente da Capital (DEA).

Quando estava no comando da Associação, Enéas é lembrado pelo reconhecimento da Associação em todo o estado e tembém pela criação do Plano de Saúde da categoria. Ele também foi responsável pela criação da Diretoria de Aposentados e Pensionistas – DAP da Sefaz.

"Não podemos esquecer que ao decorrer dos anos em que Enéas Cardoso Filho esteve no comando, a AFFEMAT ganhou prestígio dos clubes das cinco sedes e também de seu Plano de Saúde. Hoje, os clubes da AFFEMAT são reconhecidos em todo o estado, graças ao trabalho desenvolvido por Cardoso'', diz em trecho de apresentação do site da Affemat.

O atropelamento ocorreu por volta das 20h30 desta terça-feira, na Avenida Miguel Sutil, perto do viaduto da Rodoviária. De acordo com a Polícia Civil, o veículo trafegava em alta velocidade quando o menor perdeu o controle da direção e atropelou as vítimas, só vindo parar após atingir o muro do Hotel “São Francisco’’. Os garotos foram rendidos pelos próprios operários das obras que estavam hospedados no hotel, com a promessa de que não seriam agredidos.

De acordo com o depoimento do adolescente, ele teria pego o carro do avô, o médico José Pinheiro Coelho Filho, escondido e levou outros dois amigos para um 'passeio'. Segundo ele, a direção do veículo, que era elétrica, travou no momento em que ele tentava fazer a curva e o carro veio a atingir os pedestres na avenida. Ele afirmou ainda, à Polícia que trafegava a 60 Km/h.

Comente esta notícia

ELENITA FATIMA DA SILVA 22/11/2014

JA VAI FAZER UM ANO DE SUA MORTE .TODOS AS PESSOAS TEM SEUS DEFEITOS E QUALIDADES .PARA MIM ERA UM IRMÃO MUITO QUERIDO. SDS DO COLEGA GRINGO. TRABALHOU MUITO PELA NOSSA CATEGORIA .

Rodrigão 29/11/2013

Cara Vera, vivemos num pais democrático, onde cada um pode emitir sua opinião livremente. Ao contrário de sua arrogância e prepotência, a censura é coisa do passado, como você que demonstra ser ultrapassada. Temos que deixar de ser hipócritas, vivemos num país onde as leis levam a impunidade, que é para todos. Se a vítima fosse o Zé Ninguem, você e outros burgueses não estariam nem aí. Mas como é de um todo poderoso, que em vida, prejudicou muita gente, vocês ficam todos revoltados. Conheci, sim, e sinceramente, gostaria de não te-lo conhecido. Porém, que descanse em paz, e que sua família encontre a paz e a serenidade para continuar a vida. E quanto a você, respeite a opinião dos outros, mesmo que não concorde. Tá parecendo inclusive o Gringo.

Vera 28/11/2013

Caro Rodrigão, não estamos falando em santo e muito menos perseguição, estamos falando em um pessoal que morreu por imprudencia de um adolescente,no entanto acho que seu comentário é ridiculo,guarda p vc!!!! Não agradamos a todos, mas se não gostava dele, então não fale nada, pq ele não esta aqui para se defender, pelo o jeito vc não o conhecia.

Rodrigão 27/11/2013

Não é porque morreu, que virou santo. Este servidor da SEFAZ era conhecido por perseguir servidores. Em vida, mostrou ser uma pessoa mesquinha. No entanto, que sua alma alcance o descanso, e que os irresponsáveis por estes acidente, tenham a pena justa proporcional ao dano causado as famílias das vítimas.

4 comentários

1 de 1