Cuiabá, 30 de Janeiro de 2023
logo

16 de Dezembro de 2014, 09h:54 - A | A

VARIEDADES / RETIROU OS SEIOS

Thammy fala sobre a cirurgia: 'Me incomodava e hoje eu me sinto feliz'

Em entrevista exclusiva ao EGO, a filha de Gretchen contou sobre a retirada dos seios e disse que é tratada no masculino pelos mais próximos.

EGO



Thammy Miranda passou por uma cirurgia para retirada dos seios há dez dias no Hospital São Luiz, em São Paulo. Ao EGO, a filha de Gretchen concedeu sua primeira entrevista após o processo cirúrgico e falou sobre o resultado da operação:

"Fiz uma mamoplastia redutora e também aproveitei que estaria lá e fiz uma lipoaspiração na barriga. Foi uma operação de mais ou menos cinco horas, mas foi tranquila. O pós-cirúrgico foi bastante dolorido. Eu fiquei com um dreno no peito. Só retirei ele essa semana e agora que as coisas começaram a melhorar. Comecei as sessões de drenagem e daqui pra frente é vida normal. Já terminei os antibióticos que estava tomando. Terei que ficar 30 dias com cinta modeladora e aguardar a total cicatrização, que por enquanto está ocorrendo de forma bem bacana", disse.

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

Thammy revelou que essa era uma vontade antiga e que não se sentia completamente feliz com o corpo: "Eu iniciei a minha carreira dançando com a minha mãe e sendo completamente feminina. Mas nunca foi a forma que eu me sentia bem. Você ser transexual é realmente estar num corpo errado. Isso requer um tempo pra você entender e saber o que está acontecendo, não é tão fácil e tão simples. Talvez se na minha infância, quando eu queria andar de bermudão, cortar o cabelo e fazer coisas de menino, minha mãe e meu pai tivessem percebido e entendido, talvez eu não tivesse sofrido tudo isso e não estaria passando por uma cirurgia agora, aos 32 anos. Talvez eu já estaria vivendo como um menino há um tempo. Mas enfim, foi assim que aconteceu".

 

A filha de Gretchen conta que foi muito bem amparada durante todo o processo da decisão pela cirurgia e da operação: "Não tive uma preparação, porque eu não fiz a mastectomia, que por lei exige o acompanhamento com psicólogo e psiquiatra, mas tive outras formas de apoio. Eu já faço terapia hormonal com a minha endocrinologista, faço tratamento com meu psicólogo. Deu aquele medinho normal na hora da cirurgia, mas eu estava com a Lara, que trabalha comigo e é minha melhor amiga. Estava com a minha madrasta, que é médica e acompanhou tudo, e estava com a Andressa, que ficou todo o tempo comigo. Tive o apoio de todos que me amam".

Sobre a influência da namorada, Andressa Ferreira, na cirurgia, Thammy conta: "Meu relacionamento com ela não influenciou em nada. Nem para que eu fizesse a cirurgia nem para que não fizesse. Ela sempre respeitou minha escolha. Independentemente de estar namorando com ela eu iria fazer isso pra mim, para o meu bem-estar e para a forma que eu me sinto bem".

'Quem tem intimidade comigo me trata no masculino'

Thammy revela que prefere ser chamada no masculino, mas que isso é um processo que já acontece até mesmo antes da cirurgia: "No meu dia a dia, quem tem intimidade comigo me trata no masculino, isso vem de antes da operação. Mas, por eu ser uma pessoa pública, muita gente me conheceu menina e me vê como menina e eu não vou exigir que me chamem no masculino, não posso exigir isso tão rápido de ninguém".

O resultado da cirurgia e novos procedimentos

Satisfeita com o resultado, Thammy diz que as pessoas logo poderão conferir como ficou seu corpo após o procedimento cirúrgico: "Não vou fazer disso um evento. No fim do ano costumamos ir à praia, aproveitar o calor, e eu vou. Quem estiver lá verá".

Sociedade nenhuma vai impor o que eu devo fazer ou não. O que impõe é o meu bem estar e a minha felicidade."
Thammy Miranda

Sobre novos procedimentos para uma total mudança de sexo, ela conta: "Estou bem satisfeita agora, não pretendo mudar mais nada.  Me incomodava e hoje me sinto feliz. Ao contrário do que dizem, não quero virar um macho e colocar um pinto também. Não vou colocar orgão sexual masculino, até porque isso não tem como, eu teria que fazer uma transformação do meu próprio orgão. Não existe você implantar um orgão assim".

Para finalizar, Thammy também esclarece: "Não pretendo tirar o útero e óvário, pra mim está tudo de boa agora, não me incomoda. Hoje estou feliz, se vou mudar de opinão mais pra frente e querer fazer mais alguma coisa, eu não sei. Continuo fazendo minha terapia hormonal e estou bem. Sociedade nenhuma vai impor o que eu devo fazer ou não. O que impõe é o meu bem-estar e a minha felicidade".

Comente esta notícia

eve 17/12/2014

ESSA É MAIS UMA LOUCA NESSE MUNDO.

1 comentários

1 de 1