Cuiabá, 01 de Dezembro de 2022
logo

21 de Novembro de 2016, 09h:22 - A | A

VARIEDADES / CORTE, LIMPEZA E MASSAGEM

Mulher larga bom salário para virar cortadora de unha profissional

Há dois anos neste trabalho, ela já tem uma lista com mais de 400 clientes. Por dia, ela atende 13 pessoas e cobra, em média, R$ 115

UOL



Uma australiana largou uma carreira de uma década trabalhando em uma grande companhia de petróleo, com bons salários e perspectivas, para se tornar uma cortadora de unha profissional. E ela não se arrepende da decisão.

Melissa Harrison, 46, vive em Sydney e passa seis dias da semana cortando as unhas e cuidando dos pés de estranhos. Há dois anos neste trabalho, ela já tem uma lista com mais de 400 clientes. Por dia, ela atende 13 pessoas e cobra, em média, R$ 115, por um serviço de 45 minutos que inclui o corte das unhas, limpeza e uma massagem nos pés.

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

A australiana entrou no ramo por acaso. Ela estava procurando algo que lhe desse mais tempo para ficar com seu marido Paul e seus dois filhos. Além disso, Melissa passou dois meses de cama, em 2014, depois de uma forte febre, e decidiu que precisava de um emprego mais tranquilo.

Em um bate-papo com um amigo, descobriu o serviço de cortadora de unha. Após uma pesquisa, ela resolveu comprar uma franquia especializada no negócio. A partir daí, foi aprender a cortar unhas de maneira profissional. Em um ano, já estava ganhando um bom dinheiro.

"Quando comecei, tudo era estranho. Ninguém te prepara para olhar para os pés de pessoas mais velhas", contou ao jornal "Daily Mirror". "Estes pés viveram anos e caminharam muitos quilômetros. Eles possuem linhas e rugas e têm uma personalidade", completou.

Cerca de 85% de seus clientes são idosos que precisam de cuidados nos pés e também um pouco de atenção.

"Unhas nunca param de crescer. Nos idosos, quando as unhas dos pés crescem, eles não tem mais força para cortar. É uma necessidade real para muitas pessoas", explicou.

E aí está o segredo do sucesso. Se para algumas pessoas, cortar as unhas alheias parece algo meio nojento, para outras é algo fundamental para o bem-estar. E para Melissa, uma grande oportunidade de ganhar dinheiro.

Comente esta notícia

Marta 23/11/2016

Bom dia!!! Estou vivendo em Madrid há pouco meses casada e,gostaria fazer algo que não ocupasse muito meu tempo como a minha antiga rotina de trabalho ao dia 12 14 horas. Pode me dar umas dicas como posso começar?? Aonde posso conhecer as pessoas etc. Não tenho amigos ainda apenas meu marido que trabalha o dia todo. Familiares vive um pouco mais distante. Sou manicure e,gostei da idéia de cortar as unhas dos idosos dar um cuidado a eles um pouco de carinho e, atenção. Muito agradecida aguardo resposta.

1 comentários

1 de 1