Cuiabá, 08 de Fevereiro de 2023
logo

03 de Dezembro de 2022, 11h:23 - A | A

VARIEDADES / FUNÇÃO REDUZIDA

Homem que ganha R$ 665 mil/ano para 'ler jornal' processa empresa por tédio

O irlandês teve suas funções reduzidas depois que ele divulgou dados confidenciais da companhia

DO UOL



Um diretor financeiro da rede ferroviária Irish Rail, em Dublin, na Irlanda, está processando a empresa porque, segundo ele, suas funções foram reduzidas depois que ele divulgou dados confidenciais da companhia, há nove anos. A falta de atribuições seria uma punição e, diante do cenário de tédio e de, na prática, não ter trabalhos atribuídos a ele, o irlandês resolveu entrar na Justiça.

Dermot Alastair Mills ganha o salário anual de R$ 665 mil (121 mil euros), mas sua jornada de trabalho consiste apenas em "ler jornais, comer sanduíches e fazer longas caminhadas", segundo o jornal "Irish Times".

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

Mills prestou depoimento em uma audiência em 2014, denunciando irregularidades — algo que lhe garante proteção diante da lei local —, e alega que foi punido por expor questões contábeis da operadora ferroviária.

A Irish Rail disse em audiência na terça (29) que Mills entregou informações confidenciais, mas nega que tenha havido qualquer punição contra ele.

Função original envolvia muito dinheiro: O representante de Mills, consultor de relações industriais e ex-chefe de RH da Irish Rail, John Keenan, disse que seu cliente era responsável por orçamentos no valor de mais de 200 mil euros, entre os anos de 2006 e 2007. Leia mais em UOL

Comente esta notícia