Cuiabá, 30 de Novembro de 2022
logo

03 de Outubro de 2022, 18h:00 - A | A

VARIEDADES / ESTUDO REVELA

Fungo no sangue pode ajudar a identificar câncer

Especialistas esperam que médicos possam, no futuro, detectar tumores agressivos por meio de esporos de fungo circulando no sangue

THIAGO GUIMARÃES
METRÓPOLES



O diagnóstico precoce de um possível câncer pode ajudar muito no tratamento da doença. Cientistas do Weizmann Institute of Science, em Israel, e da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, fizeram uma descoberta que pode acelerar e facilitar o processo de identificação de tumores: eles perceberam que alguns fungos vivem dentro de células cancerígenas.

A descoberta pode, um dia, ajudar os médicos a diagnosticarem o câncer ainda no estágio inicial. Para isso, os pesquisadores apontam que os profissionais poderão utilizar um exame de sangue capaz localizar esporos de fungos para encontrar tumores no organismo. A pesquisa foi publicada na revista científica Cell na última sexta-feira (29/9).

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

“Os resultados do estudo devem nos levar a explorar melhor os efeitos potenciais dos fungos tumorais e a reexaminar quase tudo o que sabemos sobre o câncer através de um estudo desses microrganismos”, explica o coautor do levantamento, Ravid Straussman, em comunicado.

Outra descoberta foi que alguns fungos estão relacionados a tumores específicos, podendo ajudar também no diagnóstico exato da doença. Por exemplo, uma espécie é mais fácil de ser atraída pelo câncer de mama e outra, por um tumor na pele.

No estudo, os cientistas analisaram mais de 17 mil amostras de tecido e sangue de pacientes com 35 tipos de câncer. Os pesquisadores descobriram que os fungos foram encontrados em todos tumores analisados e eles estariam escondidos no interior das células cancerígenas. Leia mais em Metrópoles

Comente esta notícia