facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 18 de Julho de 2024
18 de Julho de 2024

09 de Dezembro de 2017, 07h:55 - A | A

VARIEDADES / SAÚDE E BEM ESTAR

Estudo mostra por que dor de cabeça aumenta no verão

Pesquisadores encontraram os principais gatilhos para a dor de cabeça durante os meses mais quentes do ano

MINHA VIDA



Com a aproximação do verão e o aumento da temperatura, cada vez mais gente busca atividades ao ar livre, seja por puro lazer ou para se exercitar, por exemplo. Mas quem sofre com dor de cabeça e enxaqueca já deve ter percebido que essa época é especialmente complicada por causa desses problemas.

Porém, um estudo do Departamento de Medicina, do Centro Médico Beth Israel Deaconess, nos Estados Unidos, analisou mais de 7 mil pacientes para entender por que isso acontece. Os pesquisadores descobriram que as queixas de dores de cabeça aumentam cerca de 7,5% a cada 5 graus Celsius a mais na temperatura.

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

"Comparamos níveis de temperatura, pressão barométrica, umidade, partículas finas, carbono preto e dióxidos de nitrogênio e enxofre durante três períodos de 24 horas", dizem os pesquisadores na publicação da pesquisa. Com isso, eles compreenderam que a iluminação mais intensa, as alterações bruscas de temperatura (sair de um ambiente com ar condicionado e ir para o calor na rua) e a desidratação são gatilhos para as crises de dores de cabeça durante o verão.

Por isso, o melhor para evitar esse desconforto é apostar forte na hidratação, ingerindo muitos líquidos e se alimentando bem, usando óculos escuros em ambientes externos, além de evitar fazer atividades desgastantes nos períodos em que o sol está mais forte.

Comente esta notícia