facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 19 de Julho de 2024
19 de Julho de 2024

20 de Setembro de 2017, 10h:31 - A | A

VARIEDADES / MAUS TRATOS

Enfermeiras são suspensas após chamarem bebês de 'satãs' em hospital

Em outra postagem, uma das mulheres aponta o dedo médio para a criança sob a legenda: "Como eu me sinto atualmente sobre esse mini Satanás".

UOL



Duas enfermeiras norte-americanas foram suspensas e devem enfrentar a Justiça depois de publicarem um vídeo no aplicativo Snapchat em que colocam um bebê recém-nascido para "dançar" rap. Junto, uma imagem intitulada "mini satans" - ou mini satanás, em português.

No vídeo, uma enfermeira diz: "Nós estamos indo para o inferno", enquanto a outra segura os braços do bebê ao som de "In Da Club", do rapper 50 Cent.

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

Em outra postagem, uma das mulheres aponta o dedo médio para a criança sob a legenda: "Como eu me sinto atualmente sobre esse mini Satanás".

As imagens logo chegaram a outras redes sociais e viraram polêmica. Depois de compartilhadas milhares de vezes, o Hospital Naval em Jacksonville, na Flórida, suspendeu as duas enfermeiras e se manifestou publicamente.

A instituição militar escrever no Facebook a seguinte mensagem: "Estamos cientes de um vídeo/foto postados na Internet. É escandaloso, inaceitável, incrivelmente pouco profissional e não pode ser tolerado. Nós identificamos os - duas funcionárias juniores. Elas foram removidas do atendimento a pacientes e terão de lidar com o sistema legal e a Justiça militar. Nós já notificamos os pais do paciente."

As enfermeiras foram amplamente condenadas. Uma mãe escreveu abaixo da declaração do hospital que as elas "devem ser presas por diversas violações e sofrer as consequências pelo comportamento grosseiro e antiético".

 

Comente esta notícia