Cuiabá, 30 de Junho de 2022
logo

Quinta-feira, 27 de Outubro de 2011, 14h:18 - A | A

NÃO DÁ CERTO

Riva é contra OSs e estadualização de Prontos Socorros

Segundo o parlamentar, Pedro Henry tem boas intenções, mas diz que não dará certo o sistema de administração via OSs

FERNANDA LEITE

O presidente da Assembleia Legislativa, José Riva (PSD) se posicionou contra a estadualização dos dois maiores hospitais públicos de Mato Grosso. São eles – os Prontos Socorros de Cuiabá e Várzea Grande. O parlamentar disse que o esforço para tentar resolver o caos da saúde pública feito pelo secretário de Saúde, Pedro Henry (PP) está errado.

“O Henry pode ter iniciativas boas, mas infelizmente não vai dar certo. O problema é uma herança que tem que ser solucionado com os poderes municipais”, disse o deputando, alegando que o Estado deveria repassar o dinheiro que será aplicado nas Organizações Sociais de Saúde (OSs) aos prefeitos.

Para provar que as organizações sociais não funcionam, o líder político citou como  exemplo os Estados de Pernambuco e São Paulo. Ambos possuem o sistema de administração, porém, não atendem de forma como prega o  Estado. “Eles selecionam quem irão atender, e por isso  não irá funcionará”, opina o presidente da AL.

O deputado disse que de início é preciso que o  Estado tenha um hospital estadual, no qual oferecesse no mínimo 500 leitos para  desafogar a alta demanda de pessoas à espera de atendimento médico. “O município não pode atender a demanda estadual com o pouco recurso que tem. Acho que o  Estado deve ser o  responsável pela saúde dos restos dos municípios”, afirmou.

Comente esta notícia