Cuiabá, 29 de Janeiro de 2023
logo

30 de Dezembro de 2014, 20h:23 - A | A

POLÍTICA / EXERCÍCIO 2013

Por 16 votos, deputados aprovam contas de Silval Barbosa

O deputado Ademir Brunetto do PT foi o único a se rebelar em plenário.

DA REDAÇÃO



Na sessão vespertina extraordinária desta terça-feira (30), os deputados estaduais aprovaram com 16 votos favoráveis e 03 contra, as Contas Anuais do Exercício de 2013 de Silval Barbosa (PMDB) com ressalvas e recomendações. 

O deputado Ademir Brunetto do PT foi o único a se rebelar em plenário.

O petista citou o caos em várias áreas do governo como Saúde e obras da Copa. Por causa disso, Brunetto argumentou que não seria possível aprovar as contas por causa dos estragos feitos pela atual gestão. Mesmo assim a votação continuou e irritado, o petista deixou o plenário.

Ao fazer a recontagem dos parlamentares, o deputado Mauro Savi (PR) constatou que só tinha 12 parlamentares. Com isso, não seria possível a continuidade da sessão. 

Devido à situação, o deputado José Riva (PSD) convocou reunião de 12 minutos para convencer os colegas a votarem as contas. O social-democrata conseguiu persuadir os deputados que, na maioria, votaram a favor das contas de Silval. Com Rdnews

Jota Barreto (PR) defendeu Silval e elogiou a atuação do governador durante seu mandato, onde valorizou o servidor público e ainda conseguiu através da Lei Kandir a devolução de um montante de R$395 milhões aos cofres públicos que estará disponível a partir de janeiro/2015.

Na Ordem do Dia, os deputados aprovaram os seguintes projetos: PL 302/2014; PL 84/2014; PL 552/2014; PL 93/2013; PL 246/2014; PL 265/2014; PL 357/2014; PL 53/2014; PL 351/2014 e PL 53/2014.

Ainda foi aprovado o projeto de lei 349/2014 que institui taxas de serviços administrativos, em favor da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Estado de Mato Grosso - AGER/MT.

Também derrubaram o veto total 35/2014 aposto ao PLC 19/2014 que trata sobre a verba indenizatória do grupo TAF. E, o veto parcial 52/2014 que reestrutura a carreira dos profissionais da área instrumental do governo do Estado.

As sessões dos dias 05,06 e 07 de janeiro permanecem e os deputados nomeados para integrar a comissão representativa durante o recesso foram: Alexandre César (PT), Jota Barreto (PR), Luizinho Magalhães (PSD), Dilmar Dal Bosco (DEM) e João Malheiros.

Comente esta notícia

eve 30/12/2014

QUE NOJO. TUDO FARINHA DO MESMO SACO.

1 comentários

1 de 1