facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 22 de Maio de 2024
22 de Maio de 2024

17 de Agosto de 2010, 12h:14 - A | A

POLÍTICA /

Júlio Campos promete que Osmar Cabral será o primeiro a receber recursos

assessoria



Abdala Zarour

Pouca gente, talvez, saiba a origem do bairro Osmar Cabral, em Cuiabá. Por  isso, vamos explicar primeiro quem foi Osmar Cabral.

Osmar Cabral foi um dos mais reconhecidos profissionais da fotografia de Mato Grosso. Começou a trabalhar com o então prefeito de Várzea Grande, na época, Júlio Campos, no início da década de 70.

Depois da prefeitura, Osmar Cabral também trabalhou com Júlio Campos no período de Deputado Federal, já no início dos anos 80. Quando Júlio Campos se tornou Governador de Mato Grosso, Osmar Cabral foi nomeado para trabalhar na Secretaria Estadual de Comunicação (Secom) como fotógrafo oficial do Governo.

Mas em outubro de 1984, um acidente aéreo interrompeu os trabalhos de Osmar Cabral. Ele, juntamente com uma comitiva do Governo do Estado, estava no município de Aripuanã. Naquele período, Júlio Campos, como chefe do Executivo, fazia trabalhos itinerantes do Governo em várias cidades do Estado.

Depois cumprir a sua missão naquele 24 de outubro, Osmar Cabral queria voltar para Cuiabá para revelar as fotos e fazer a distribuição para os veículos de imprensa. Mas mal a aeronave decolou, alguns segundos depois, ela explodiu, matando todos que estavam dentro.

O acidente foi um choque para Mato Grosso. O caso teve repercussão na imprensa nacional.

Origem do Bairro

Amigos e parentes de Júlio Campos faziam na mesma época uma espécie de cota. Eles estavam arrecadando dinheiro para fazer o aniversário do governador, que seria realizado em dezembro.

Para homenagear o amigo e companheiro Osmar Cabral, o governador Júlio Campos e a primeira dama do Estado, professora Isabel Campos, aproveitaram o dinheiro que faria a festa, e compraram uma área, que foi distribuída em mais de 2 mil lotes.

No dia do aniversário, 11 de dezembro, Júlio Campos e a professora Isabel levaram os convidados como se fossem para realizar a festa. Mas Júlio e a primeira dama fizeram uma surpresa. Contaram aos amigos que o dinheiro que seria para o aniversário foi usado para comprar o loteamento que ganhou o nome de Osmar Cabral.

Na noite desta segunda-feira (16.08), Júlio Campos, agora como Candidato a Deputado Federal, encontrou velhos amigos numa reunião  realizada no bairro.  

Os moradores ouviam atentamente o candidato a Deputado Federal Júlio Campos sentados nas cadeiras, que estavam colocadas no meio da rua, ainda de terra. Mais de 25 anos se passaram, e pouca coisa avançou no Osmar Cabral. O bairro cresceu, mas o desenvolvimento na área de saneamento e pavimentação asfáltica não apareceu.

No seu discurso, Júlio Campos assumiu que vai lutar em Brasília para que a sua primeira emenda parlamentar seja para que todas as ruas do Osmar Cabral sejam asfaltadas.

O candidato ressaltou que o Osmar Cabral cresceu, tem iluminação, mas que para melhorar a vida desses moradores é preciso que as ruas do bairro sejam asfaltadas. “ Com as ruas asfaltadas você evita doença para as crianças e os mais velhos. Os imóveis ficam mais valorizados”, disse Júlio.

O encontro foi organizado pela grande liderança do bairro, Clementino Gomes, conhecido por ‘Gasolina’. 
 

Comente esta notícia