facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 22 de Maio de 2024
22 de Maio de 2024

17 de Agosto de 2010, 12h:07 - A | A

POLÍTICA /

Ibope mostra Dilma 11 pontos à frente de José Serra



Folha-SP

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, tem 11 pontos de vantagem sobre José Serra (PSDB), segundo pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira.

A petista está com 43% das intenções de voto contra 32% de Serra. Na última pesquisa, realizada entre 2 e 5 de agosto, a diferença era de cinco pontos: 39% a 34%.

A candidata do PV, Marina Silva, continua com 8%, e os demais candidatos juntos somam 1%. Brancos e nulos somam 7% e indecisos são 9%.

Em um segundo turno, Dilma teria 48% e Serra, 37%, diz o Ibope.

Sobre o governo Lula, 78% dos entrevistados avaliam como ótimo ou bom, 18% como regular e 4% como ruim ou péssimo.

A pesquisa, encomendada pelo jornal "O Estado de S. Paulo e a TV Globo, está registrada no TSE sob o número 23.548/2010. Foram realizadas 2506 entrevistas entre os dias 12 e 16 de agosto. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos.

DATAFOLHA

Levantamento do Datafolha, divulgado na sexta-feira, apontou uma diferença de oito pontos da petista em relação ao tucano.

De acordo com a pesquisa, a ex-ministra cresceu 5 pontos percentuais com relação à última pesquisa, realizada em julho, e agora tem 41% das intenções de voto.

Ao mesmo tempo, o tucano caiu de 37% para 33%. Marina Silva (PV) manteve os 10% que havia registrado na sondagem anterior.

Considerados apenas os votos válidos, Dilma tem 47% e fica a três pontos de uma eventual vitória no primeiro turno.

A pesquisa revela também que a candidata petista cresceu em todas as regiões e em todos os segmentos socioeconômicos, exceto entre os mais ricos.

O levantamento, realizado entre 9 e 12 de agosto com 10.856 eleitores em 382 municípios, já contempla os efeitos das entrevistas concedidas pelos presidenciáveis ao Jornal Nacional, nesta semana, além do primeiro debate entre os presidenciáveis, realizado na semana passada.

Comente esta notícia