facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 22 de Maio de 2024
22 de Maio de 2024

01 de Setembro de 2010, 11h:30 - A | A

POLÍTICA /

Campanha de Serra ganha reforço de "guru" dos EUA



Folha de SP

Duas semanas atrás, um cientista político americano, de ascendência indiana, usando turbante, se reuniu com membros da campanha de José Serra (PSDB) na área de internet.

Ravi Singh, que se autodenomina um "guru", é dono da empresa Election Mall Technologies, sediada em Washington, e oferece consultoria de internet para campanhas. Por US$ 4.000, por exemplo, é possível comprar o pacote "Last 30 days", para turbinar campanhas em sua reta final.

A última ação bem sucedida de Singh foi na campanha vitoriosa de Juan Manuel Santos à Presidência da Colômbia, sempre com ação restrita à internet.

A chegada de Singh à campanha de Serra, no entanto, ainda é nebulosa. Dirigentes tucanos e integrantes da equipe da internet, inclusive a coordenadora da área, Soninha Francine, e ninguém dizem não saber quem é o responsável pela aquisição.

O fato é que foi criado, na prática, um segundo polo de comunicação na campanha. O grupo do jornalista Luiz Gonzalez, que também desaprova o guru, permanece como definidor das linhas gerais do marketing da campanha, especialmente em relação aos programas de TV.

Dois integrantes da equipe da internet dizem que "odiaram" a mudança no site oficial de Serra, que desde segunda-feira resume-se a um mural com opiniões de eleitores sobre o tucano.

Uma das mudanças mais polêmicas foi o surgimento da frase "É a hora da virada", que estampa a página principal do site desde segunda-feira. Segundo Soninha, não se trata de um slogan, e o "Brasil pode mais" permanecerá.

Comente esta notícia