Cuiabá, 05 de Outubro de 2022
logo

30 de Dezembro de 2013, 08h:15 - A | A

POLÍCIA / CUIABÁ / CENTRO

Roubos e furtos aumentam na região; PM dá dicas de segurança

Clique no player abaixo e ouça as dicas de segurança dadas pela aspirante Késsia, do 1º Batalhão da Polícia Militar.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



Com a temporada de férias e o pagamento do décimo terceiro salário é comum o aumento de pessoas nas ruas, principalmente nas regiões comerciais de Cuiabá. Aproveitando da situação, os ladrões costumam ‘agir’ mais vezes. Por isso, conforme a Polícia Militar os crimes de furtos e roubos na região central duplicam.

Em visita a redação do RepórterMT, na manhã desta sexta-feira (27) a aspirante do 1º Batalhão da PM, Késsia Adriane, deu várias dicas de segurança. "As famílias costumam viajar nesse período do ano, deixando as residências sem ninguém. Com a propriedade vazia, os criminosos passam a agir constantemente. Essas casas vazias acabam chamando a atenção de criminosos. Por isso, caso a pessoa não more em um condomínio fechado ou não tenha uma segurança privada para a residência, é sempre bom deixar algum familiar ou vizinho de confiança cuidando da propriedade".

A militar diz que, se for possível, o "cuidador" deve entrar na casa, abrir a porta ou janela da frente, mostrando ao possível bandido que o local tem segurança e não está abandonado.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Outro delito que costuma aumentar nessa época do ano é o roubo na modalidade ‘saidinha de banco’, onde a vítima é observada por criminoso  ao sacar dinheiro no caixa-eletrônico. Quando a pessoa sai da agência, é abordada por outro integrante da quadrilha que efetua o assalto.

Para coibir esse tipo de crime, a aspirante aconselha evitar sacar grandes quantias nos terminais. “As pessoas têm que usar mais os cartões de débito e crédito. Se tiverem a necessidade de retirar um valor alto no caixa-eletrônico deve sempre ficar atento se estão observando. Quando sair do banco o sacador deve olhar se não está sendo seguido ou se alguém em atitude suspeita está se aproximando". A PM também aconselha a jamais reagir em caso de assalto.

VEÍCULOS SÃO ALVOS

Outro tipo de crime que aumenta nessa época são os furtos de veículos e em veículos. “Quando os bandidos não levam o carro, eles arrombam a porta ou quebram o vidro do automóvel para furtar aparelho de som ou algum pertence de valor da vítima. Por isso a pessoa que deixa o veículo estacionado na rua deve ficar sempre atenta, dificultando ao máximo a ação dos criminosos. Caso tenha que deixar uma mochila no carro, deve guardar no porta-malas, embaixo dos bancos”, explicou.

Conforme informações da Polícia Civil, de janeiro a outubro deste ano, 1.431 carros foram levados por bandidos na Grande Cuiabá, sendo 590 em Várzea Grande. O número aumenta um pouco quando se trata de motocicletas. Nesse mesmo período as duas cidades registraram 1.636 motos roubadas e furtadas, sendo 696 na capital. Desse total, 3.067 automóveis foram levados, a Polícia conseguiu recuperar apenas 1.766.

Anexos

Comente esta notícia