Cuiabá, 27 de Novembro de 2022
logo

24 de Novembro de 2016, 10h:37 - A | A

POLÍCIA / BANDIDOS

Polícia Civil prende 'Chapolin', acusado de matar 'Bradock'

O agente penitenciário foi assassinado no mês de junho por latrocida. Na ação, os policiais ainda prenderam mais cinco bandidos.

DA REDAÇAO



Uma operação com objetivo de reprimir crimes de roubo da Capital foi desencadeada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), da Polícia Civil, na quarta-feira (23).

Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, uma prisão em flagrante e duas por força de ordem judicial.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Entre os presos, está um dos autores do latrocínio que vitimou o agente penitenciário Aldo Halik, conhecido como "Bradock", na capital, em junho deste ano.

Durvanil de Campos, conhecido como “Chapolin”, teve a ordem de prisão temporária, decretada após ser identificado com seu comparsa no crime, nas investigações da Derf.

O latrocínio aconteceu por volta das 14h30 do dia 28 de junho, em frente a um bar, no bairro Jardim Florianópolis.

O agente penitenciário fazia escolta de um caminhão de cerveja quando foi abordado pelos criminosos, que anunciaram o assalto. Os assaltantes queriam a arma da vítima, que negou estar armada.

Diante da recusa de entrega, os bandidos fizeram três disparos contra o agente penitenciário e roubaram o revólver calibre 357 e a motocicleta que estavam com a vítima.

Em outra ação, os policiais cumpriram três mandados de busca e apreensão nos bairros Novo Tempo, Novo Colorado e Tancredo Neves.

Eles apreenderam uma motocicleta vinculada a crimes de roubo e um par de tênis de uma das vítimas.

Em uma casa no bairro Dom Aquino, o bandido identificado apenas como O. C. R., 20, teve o mandado de prisão cumprido, por ter o envolvimento em crimes de roubo.

Próxima à região da Rodoviária, Jéferson Andrade Silva, 33, foi preso em flagrante em posse de uma moto roubada. No momento da abordagem, o acusado se apresentou com o nome do irmão, Wesley Andrade Silva, mas ao ser conduzido a delegacia foi checada a sua verdadeira identidade.

O detido tem 15 passagens pela Polícia, sendo a maioria por roubo e furto de veículos. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de receptação.

Relembre o caso

O agente penitenciário, identificado como Aldo Aldo Halik, de 51 anos, foi assassinado no bairro  Jardim Florianópolis, em Cuiabá. Ele pertencia a unidade do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), antigo Carumbé.

Conforme as informações preliminares, o agente prisional estava fazendo 'bico', na escolta de um caminhão que transportava e distribuía a cerveja da marca Cristal, na região.

Leia mais

Agente penitenciário é morto com tiro na cabeça no Jd. Florianópolis

Comente esta notícia