Cuiabá, 20 de Agosto de 2022
logo

14 de Dezembro de 2017, 10h:05 - A | A

POLÍCIA / LAÇOS DE FAMÍLIA

Mãe diz que filha de 2 anos foi estuprada na casa do pai em VG

De acordo com a mãe, a filha reclamou de dor ao urinar, além de estar com a vagina machucada.

RAUL BRADOCK
DA REDAÇÃO



A mãe de uma menina de 2 anos procurou a delegacia na noite de quarta-feira (13) para denunciar um suposto estupro sofrido pela criança, na casa do pai, durante o último final de semana, em Várzea Grande.

Conforme a denúncia da mãe, ela é separada do pai da criança. Ela diz que a menina passa finais de semana na casa da avó paterna, onde mora o pai e outras cinco pessoas.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Ela conta que na noite de terça, quando a garota retornou para casa, reclamou de dores ao urinar. A mãe também conta que a vagina da criança apresentava ferimentos e vermelhidão, além de uma secreção. A mesma secreção também estava na calcinha da menina.

O caso foi denunciado na 1ª Delegacia de Várzea Grande, onde foi registrado como estupro de vúlnerável.

A Polícia Civil investiga o caso. A denúncia também é acompanhada pelo Conselho Tutelar.

Estupro de vulnerável

Em setembro, funcionárias da Escola Municipal Júlio Corrêa, em Várzea Grande, acionaram o Conselho Tutelar para apurar uma suspeita de estupro de uma menina de quatro anos que tem deficiência mental. As servidoras fizeram a denúncia, após notarem que a criança estava com ferimentos na vagina.

Leia mais

 

Escola denuncia suspeita de estupro contra menina deficiente mental

Comente esta notícia