Cuiabá, 05 de Outubro de 2022
logo

22 de Dezembro de 2013, 14h:55 - A | A

POLÍCIA / PASSAGEM DA CONCEIÇÃO

Irmão de aluno da Unic também é assassinado; corpo é achado três dias depois

Corpo foi encontrado na manhã deste domingo (22), na mesma região onde ocorreu a chacina na quinta-feira (19).

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



Policiais militares do 4º Batalhão encontraram o corpo de Alécio Gomes Pereira, de 32 anos, na manhã deste domingo (22), em uma região de chácaras do distrito da Passagem da Conceição, em Várzea Grande. A vítima é irmão do universitário do curso de matemática da Universidade de Cuiabá (UNIC), Romério Gomes Pereira, de 30 anos, morto com cinco tiros em uma chacina na noite de quinta-feira (19).

Conforme informações da Polícia Militar, ao atender a ocorrência, os policiais acreditavam que apenas o casal era os alvos dos suspeitos, porém, as investigações apontam que as vítimas sofreram uma emboscada e que Alécio estava junto com o irmão, mas mesmo atingido, ele conseguiu fugir pela mata fechada.

“Existe ainda a informação que o Romério estava com $ 80 mil dólares, que foi levado pelos suspeitos. O dinheiro seria fruto do pagamento de um carregamento de droga. O universitário já tinha vários antecedentes criminais pelo crime de tráfico de entorpecentes”, explicou.

A esposa do estudante, Cinthia Graciele Oliveira, de 25 anos, está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto Socorro Municipal em estado grave, após ser atingida por um tiro no olho. A filha do casal, uma criança de 5 anos, presenciou toda a brutalidade dos crimes e foi encontrada em estado de pânico.

O CRIME

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Por volta das 23h desta quinta-feira (19), Romério, Cinthia, a filha deles, um criança de 5 anos e o Alécio sofreram uma emboscada por cinco suspeitos em outros dois carros. As vítimas estavam todas em uma WV Saveiro de cor vermelha.

Ao ver que seria morto, Romério teria pego um revólver, escondido no carro e iniciado o tiroteio. Ele levou cinco tiros no peito e Cinthia três, sendo um no olho. Alécio foi atingido várias vezes, mas conseguiu fugir pelo mato. A criança não foi atingida, mas pela brutalidade entrou em estado de choque

Chacareiros da região ouviram os tiros e chamaram a PM, que chegou no local rapidamente. Diante da cena do crime, os policiais constataram que um dos suspeitos foi ferido, porém eles ainda não foram achados e nem identificados.

Romério e Cinthia foram levados por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para o PSM. Romério morreu na madrugada de sexta-feira (20). Cinthia está internada em estado grave. A criança foi entregue pelos policiais a um parente da mãe dela.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando o crime.

RepórterMT


 

Comente esta notícia

naiara 25/12/2013

É muito triste ver isso tudo, é uma dor sem tamanho sentimos muito por isso ter acontecido. Que Deus possa dar o conforto a toda familia.

1 comentários

1 de 1