facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 18 de Julho de 2024
18 de Julho de 2024

01 de Dezembro de 2017, 18h:44 - A | A

POLÍCIA / FEMINICÍDIO

Idoso matou amante com tiro na cabeça, avisou os filhos e fugiu

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, o casal mantém um relacionamento extraconjugal há quase 30 anos, mas ainda não se sabe qual a motivação do crime.

CAMILA PAULINO
DA REDAÇÃO



O idoso Eduardo Portella, de 73 anos, é procurado pela Polícia Judiciária Civil (PJC), após confessar aos filhos ter cometido o assassinato de Nelci Alves Ribeiro, 52 anos, com quem ele mantinha uma relacionamento extraconjugal. Ela foi encontrada com um tiro na cabeça e outro na perna nesta quinta-feira (30), na fazenda do acusado, em Poxoréu (272 km de Cuiabá).

O delegado Bruno Carvalho, responsável pelas investigações, disse ao que nesta sexta-feira (1º) o advogado do acusado ligou na Delegacia e disse que seu cliente irá se apresentar na próxima segunda-feira (4).

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Após cometer o assassinato, Eduardo ligou para avisar os filhos sobre o crime e depois fugiu.

“Não temos detalhes da motivação do crime. Sabemos que ele avisou os filhos que teria cometido uma besteira e depois desapareceu. Vamos ver se ele realmente se apresentará na segunda, para começarmos os interrogatórios”, disse o delegado

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, o casal mantém um relacionamento extraconjugal há quase 30 anos, mas ainda não se sabe qual a motivação do crime.

O acusado será indiciado pelo crime de feminicídio, que qualifica o crime de homicídio. Mesmo sendo idoso, Eduardo pode ser preso.

O caso

O corpo de Nelci Alves Ribeiro, 52 anos, foi encontrado com dois tiros, um na cabeça e outro na perna, na tarde desta quinta-feira (30) dentro de uma residência rural em Poxoréu.

Familiares da vítima informaram que não sabem qual seria a motivação do crime.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) de Primavera do Leste coletou dados do local e encaminhou o corpo da vítima ao Instituto Médio Legal (IML).

Leia mais

Mulher é assassinada com tiros na cabeça e na perna

Comente esta notícia