Cuiabá, 02 de Fevereiro de 2023
logo

05 de Dezembro de 2014, 10h:07 - A | A

POLÍCIA / CRIME NA MORADA DO OURO

DHPP apresenta homicida que matou suspeito preso na Operação Abadom

Ao RepórterMT, o delegado titular da DHPP, Silas Tadeu, deve divulgar o nome do acusado e o motivo do crime ainda na manhã de hoje (5).

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



Policiais civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) acabaram de prender o suspeito de ter assassinado Anderson Nascimento Gonçalo. O homem foi morto com quatro tiros no dia 13 de novembro, no bairro Morada do Ouro, em Cuiabá.

Ao RepórterMT, o delegado titular da DHPP, Silas Tadeu, disse que deve divulgar o nome do acusado e o motivo do crime ainda na manhã de hoje (5).

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O CRIME

Testemunhas disseram a policiais militares do 3º Batalhão, que Anderson estava analisando um caminhão para ser comprado, quando foi surpreendido pelo autor do crime, que o matou e depois fugiu em uma caminhonete, dirigida por um comparsa.

A princípio, os policiais encontraram no bolso da calça da vítima uma carteira de identidade com outro nome. No entanto, perceberam que o documento era falso.

Com a identidade real, a DHPP descobriu que Anderson já havia sido preso em agosto de 2013 na operação Abadom, deflagrada pela Polícia Civil. 

De acordo com a denúncia, oferecida pelo Ministério Público Estadual (MPE), Anderson seria integrante de uma quadrilha supostamente comandada pelo ex-delegado João Bosco, a esposa dele, a investigadora Gláucia Cristina e outros envolvidos no esquema. 

Na denúncia, o MPE afirmou que os policiais se associaram a uma rede de traficantes que forneciam pasta-base de cocaína a várias bocas de fumo (ponto de venda e uso de drogas), em Várzea Grande.

Mais informações em instantes.

Comente esta notícia