Cuiabá, 09 de Agosto de 2022
logo

30 de Dezembro de 2017, 08h:25 - A | A

PAPO RETO / BAIXAS NO STAFF

Taques: saída em massa de secretários é fofoca

DA REDAÇÃO



O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou, em entrevista ao Programa Resumo do Dia, que as informações de uma saída em massa do seu secretariado, não passam de "fofocas".

“Os secretários que são deputados, como Wilson Santos, da Secretaria de Cidades, Max Russi, na Casa Civil, e o Carlos Avallone, no Desenvolvimento, estes sairão no prazo legal, no final de março, pois serão candidatos nas eleições de 2018. O que tem é muita fofoca. O Armon Osny, do Detran, está doente. Ele emagreceu 8 kg trabalhando pelo povo de Mato Grosso. Tudo isso é normal e já tínhamos tudo pensado. Ele ficará até o final de janeiro e depois será substituído”, explicou.

Taques também afirmou que a saída do ex-secretário de Fazenda, Gustavo Oliveira, já havia sido acordada desde que ele assumiu a pasta, no ano passado.

“É absolutamente normal. O secretário Gustavo Oliveira (Sefaz) queria ficar até dezembro e nós combinamos isso ano passado. Ele cumpriu seu papel na Secretaria de Fazenda e agora irá assumir outros compromissos e ajudar o Estado em outras missões. Quem assumirá é o Rogério Gallo”, afirmou o governador.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

>>> Receba notícias no Telegram e fique bem informado

Comente esta notícia

Teka Almeida 30/12/2017

Mas quem iniciou a fofoca e especulações foi o próprio PT, e estava estampado na mídia. Quando foi a saída do Gustavo, perguntaram ao PT para ver se ele confirmava, o que ele respondeu???? Que não estava sabendo, que não foi conversado nada com ele. Assim como foi com a especulação dos nomes de Mendes e Fávaro para candidatos a governo. Este DESGOVERNO adoro uma conversa de lavadeira, a única diferença é que não pega trouxa de roupa prá lavar, apenas despeja/lança as fofocas e culpa os outros.

1 comentários

1 de 1