Cuiabá, 02 de Fevereiro de 2023
logo

01 de Dezembro de 2014, 14h:18 - A | A

PAPO RETO / TRANSIÇÃO

Taques deve desistir de acabar com a Secretaria de Comunicação

DA REDAÇÃO



O governador eleito,  Pedro Taques (PDT), despacha rotineiramente de um gabinete improvisado na antiga Superintendência Índígena e comanda sua equipe de transição no local, mesmo com suas atribuições de 'ainda' senador da República. O movimento de políticos e consultores da área de imprensa já é grande por lá. Conversa corrente nos bastidores é a de que Taques já está revendo sua posição de acabar com a pasta da Comunicação e a tornar um apêndice da Casa Civil. A experiência já se mostrou desastrosa no final do governo Blairo Maggi (PR) e mais ainda para Silval (PMDB), que deixou a Secom em segundo plano. Fontes ouvidas pela coluna apontam que Taques deveria, na verdade, fortalecer a pasta, que atuaria ainda como uma espécie de relações públicas do governo, com profissionais gabaritados e não só uma geradora de notícias oficiais, muitas vezes apenas falaciosas, como acontece há anos. O jornalista Jean Campos é o escolhido para comandar a Secom. 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia