Cuiabá, 01 de Dezembro de 2022
logo

26 de Dezembro de 2016, 09h:11 - A | A

PAPO RETO / "MADE IN PARAGUAI"

Site revela que cura de câncer de fundador do Cuiabá E.C. era falsa

DA REDAÇÃO



Fundador do Cuiabá Esporte Clube, o ex-atacante Gaúcho morreu em 17 de março deste ano. A causa da morte foi apontada como sendo câncer de próstata, depois de ter sido "curado" por um médico com um tratamento supostamente revolucionário. Dez meses depois, o site UOL revela que o ex-jogador, na verdade, não estava curado e que o tratamento foi feito no Paraguai.

Uma reportagem especial com a atriz Inês Ghalvão, viúva do atleta, aponta que o tratamento paraguaio foi uma farsa e que, meses depois, Gaúcho piorou: o câncer dele não só estava vivo, como tinha desenvolvido metástase óssea. O atleta conviveu com a doença em Cuiabá, durante muito tempo, quando montou uma escolinha de futebol (em frente ao Córrego do Barbado) e fundou o Cuiabá E.C.

Luis Carlos Tóffli, o Gaúcho, foi campeão mato-grossense como presidente do clube. Em seguida, começou a carreira de treinador. Em 2010, começou a treinar equipes principais, no Mixto, e o último clube que treinou foi o Luverdense. 

Leia AQUI a reportagem do UOL.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia