Cuiabá, 09 de Dezembro de 2022
logo

13 de Dezembro de 2016, 10h:38 - A | A

PAPO RETO / DANO MORAL

Médica ofende criança vítima de estupro e é condenada em MT

DA REDAÇÃO



“A sua filha não é vítima de nada, ela tem que se responsabilizar”. Com esta afirmação, uma médica pediatra de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá) advertiu a mãe de uma criança de sete anos, que havia sido estuprada, que o problema da violência - absurdamente - estava na criança, e não no estuprador.
 
O caso chegou ao Tribunal de Justiça, que condenou a médica a indenizar a mãe da criança por danos morais, no valor de R$ 10 mil. 
 
Segundo  o processo, a médica observou que a criança teria “uma energia sexual que puxou o tio pra ter o sexo com ela” (sic). Então, quer dizer, doutora, que uma menina de 7 anos pula no colo do tio e diz: "Me leva pra cama"?
 
 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia