facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 19 de Julho de 2024
19 de Julho de 2024

23 de Outubro de 2017, 18h:45 - A | A

PAPO RETO / AGENTE DA SEFAZ

Investigado por propina de R$ 1,8 milhão faz pose para fotos no Fórum de Cuiabá

DA REDAÇÃO



Apontado pelo Ministério Público do Estado (MPE) como o líder do grupo investigado por fraudes de R$ 65 milhões na cobrança de impostos e multas à empresa Caramuru Alimentos S/A, o agente de tributos da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), André Fantoni, esteve nesta segunda-feira (23) no Fórum de Cuiabá e fez questão de fazer pose para as câmeras.

Fantoni, que foi preso em maio e solto em setembro, depois de conseguir parcelar a fiança de R$ 437 mil em quatro vezes, chegou para as oitivas das testemunhas arroladas pelo MPE, no processo decorrente da Operação Zaqueus, sem demonstrar qualquer preocupação e chegou a dar "tchauzinho" e sorrir antes de entrar na sala em que ocorriam as audiências, conduzidas pelo juiz da 7ª Vara Criminal, Marcos Faleiros.

Foi a primeira audiência de instrução do caso, no qual as investigações apontaram que três agentes da Sefaz receberam propina da Caramuru no valor de R$ 1,8 milhão para reduzir uma multa da empresa de R$ 65 milhões para R$ 315 mil, em 2014. Conforme as investigações, Fantoni foi beneficiado diretamente com R$ 1,215 milhão em propina.

Andre Fantoni

André Fantoni, aparentando despreocupação, deu tchauzinho para os fotógrafos que foram acompanhar as audiências referentes à Operação Zaqueus.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia

Ana Lucia 24/10/2017

Quem não deve não teme! Parabéns professor! Feio é condenar alguém antes do julgamento...

positivo
0
negativo
0

Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo 23/10/2017

Não tem oque comentar!!!!!!!SIMPLESMENTE ....DEBOCHADO.........UM TAPA NA CARA DE TODOS NÓS, QUE PAGAMOS I M P O S T O S.

positivo
0
negativo
0

2 comentários

1 de 1