Cuiabá, 08 de Fevereiro de 2023
logo

01 de Dezembro de 2022, 06h:06 - A | A

OPINIÃO / SILVIO SALLOWICZ

Diversidade nas empresas: 4 bons motivos para fazer essa aposta



Sempre vale a pena fortalecer políticas de diversidade e inclusão nas corporações, pois, com isso, tanto organizações quanto colaboradores saem ganhando. De forma geral, empresas que cultivam um ambiente com opiniões diversas são mais valorizadas perante seus clientes. Além disso, costumam conquistar mais oportunidades e parcerias e, ainda, têm maior probabilidade de trazer soluções novas, quando comparadas àquelas que se abstém de práticas inclusivas. No estudo “How Diversity Can Drive Innovation”, publicado recentemente pela Harvard Business Review, ficou provado que times diversos tornam as organizações 3,5 vezes mais inovadoras!

Acima de tudo, uma empresa que garante a representatividade das minorias, assim como enxerga e reconhece a voz de cada colaborador, torna o ambiente de trabalho mais inspirador e humano. O fato de valorizar as diferenças é um motor e tanto para melhorar a eficiência e a prosperidade dos negócios.

Por tudo isso, compartilho, a seguir, 4 bons motivos para se apostar em um time diverso:

1) Incremento da produtividade: a diversidade de talentos contribui, naturalmente, para que haja um espectro maior de habilidades no time, além de amplitude nas experiências e perspectivas. Mas não só: à medida em que existem pessoas de várias culturas e origens trabalhando juntas, isso favorece a existência de um ambiente colaborativo e crescem as boas ideias na corporação. Justamente porque as diferentes visões de mundo elevam as chances de soluções mais rápidas e eficazes no dia-a-dia. Ou seja, quando há diversidade, a melhoria contínua vem naturalmente! E isso tudo potencializa resultados.

2) Reputação positiva: os consumidores se sentem mais conectados com empresas cujas ações de marketing e publicidade retratam pessoas cultural e etnicamente diversas. Dessa forma, a inclusão não só cria uma reputação positiva para a empresa, mas aumenta a conscientização do mercado com relação a suas ações e isso reflete em uma base de clientes também mais diversificada e, consequentemente, maior.

3) Tomadas de decisão mais assertivas: uma equipe composta por indivíduos com visões de mundo diferentes quebra barreiras mais facilmente e consegue avaliar o que é realmente relevante e verdadeiro para o mercado como um todo. Ou seja, com um time diverso, as empresas lidam melhor com as diferentes nuances dentro da economia.

4) Maior retenção de talentos: quando existe o respeito pelas diferenças e a valorização do lugar de fala, os colaboradores se sentem mais aceitos e valorizados. Dessa forma, têm maior engajamento com a empresa e, ao trabalharem felizes, ocorre uma redução geral da rotatividade nas equipes. Segundo recente estudo realizado pela Deloitte, os nascidos entre 1980 e 2000 (millennials) têm mais interesse em ingressar em corporações que levam a sério as questões de diversidade de gênero, étnicas e culturais. Em comparação com as gerações anteriores, essas pessoas cresceram com a ideia de que a diversidade e a inclusão são cruciais. E, por isso, elas levam esses aspectos em consideração na hora de buscar e optar por um trabalho.

Silvio Sallowicz é CEO da Duo & Ecco, uma empresa referência em viagens de incentivo, eventos corporativos, premiações de colaboradores e live marketing. No mercado brasileiro, sua reputação é reconhecida amplamente, sendo que faturou 22 Prêmios Caio, conhecido como o Oscar do mercado de eventos. É a empresa pioneira em seu modelo de negócios, com a inovação como pilar central de seus negócios, e também a primeira do segmento a receber a certificação internacional SITE Crystal Awards.

>>> Siga a gente no Twitter e fique bem informado

Comente esta notícia