Cuiabá, 31 de Janeiro de 2023
logo

04 de Novembro de 2014, 06h:30 - A | A

OBRAS DA COPA / ERAM PRA COPA

Obras dos COTs do Pari e UFMT pouco avançam desde setembro

A última medição feita no COT Barra do Pari aponta que a obra atingiu 68,62% de conclusão. Já o COT da UFMT atingiu 75,45%

ALINE FRANCISCO
DA REDAÇÃO



A obra de construção dos Centros Oficiais de Treinamento (COTs) do Barra do Pari – em Várzea Grande -, e da UFMT, em Cuiabá, pouco avançaram desde o mês de setembro, conforme a última medição divulgada pela Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa). 

 

A última medição foi feita no mês de setembro, e de acordo com os dados, a obra do COT do Pari atingiu 69,94%, no mesmo mês, a Secopa divulgou uma medição que apontou que a obra tinha 68,62%.

Restando apenas 50 dias para a entrega definitiva da obra, a última atualização da Secopa diz que a obra está na seguinte fase: na parte exterior do prédio continuam os trabalhos de revestimento e alvenaria; a proteção de guarda-corpos foi instalada na área do estacionamento; o cercamento de isolamento da área está 100% executado; instalação dos 3 mil assentos 100% finalizada; as duas torres de iluminação do local 100% concluídas; alguns dos banheiros (toilette) já estão 100% concluídos; Gramado 100% executado.

O Centro de Treinamento era para ter sido utilizado no mês de junho durante a realização dos jogos da Copa do Mundo, em Cuiabá, mas o último termo de aditivo concedido à obra esticou o prazo para o dia 22 de dezembro, com a vigência do contrato até o dia 31 do mesmo mês. A vigência é bem diferente da estabelecida no contrato inicial, que seria de 90 dias.

A obra está sendo executada pelo Consórcio do Pari, que é formado pelas empresas Engeglobal Construções e Ltda., Três Irmãos Engenharia Ltda. e Valor Engenharia. O grupo venceu a concorrência pública oferendo R$25,5 milhões para a execução a obra. Até o momento, com os aditivos financeiros concedidos, o valor chega a R$31 milhões.

CENTRO DE TREINAMENTO DA UFMT

A obra do Centro Oficial de Treinamento (COT) da UFMT não está muito diferente da unidade que está sendo construída em Várzea Grande. Até o momento, o complexo esportivo atingiu 75,45% de conclusão, de acordo com a 15ª medição realizada no mês de agosto.

A obra está sendo executada pelo Consórcio UFMT – formado pelas empresas Engeglobal e Três Irmãos. A construção foi orçada em R$ 19,5 milhões. A construção iniciou em 01 de março de 2013, e deve ser entregue também no dia 22 de dezembro, com a vigência do contrato até 31 de dezembro.

De acordo com a atualização da Secopa, a obra está com os trabalhos que envolvem a cobertura sobre a arquibancada em execução; vestiários com a mobília, mictórios, divisórias, chuveiros, ar-condicionado e outros detalhes de acabamento em andamento; as quatro torres de iluminação 100% concluídas; instalação das 1.500 cadeiras 100% executada; gramado 100% executado; acesso à internet 100% finalizado; e incluso no projeto está a construção de uma pista oficial de atletismo de padrão internacional, ainda não iniciada.

POSICIONAMENTO DA SECOPA 
 

A Secopa afirmou que exige dos consórcios contratados que cumpram suas obrigações dentro do cronograma estabelecido, podendo chegar à possibilidade máxima que é a rescisão dos contratos.

Comente esta notícia