Cuiabá, 05 de Dezembro de 2022
logo

18 de Dezembro de 2016, 12h:23 - A | A

NACIONAL / VEJA VÍDEO

Segurança é agredida por homem que espancava a esposa delegada

Agressão aconteceu neste sábado (17) em Três Corações. Vítima trabalhava como segurança particular de um clube da cidade

G1 MINAS



Luiz Felipe Neder Silva, de 34 anos, foi preso após agredir a socos e pontapés a segurança de um clube de Três Corações (MG), Edvânia Nayara, de 23 anos, neste sábado (17).

De acordo com testemunhas, ele já havia agredido também a esposa antes de atacar a guarda, que presta serviços como terceirizada para o clube.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Imagens da agressão divulgadas em redes sociais e na internet mostram o momento em que a segurança é abordada pelo homem. O suspeito pede a chave do carro, que havia sido jogada para a segurança pela esposa dele.

As primeiras informações são de que ele e a esposa, que é delegada da cidade, tiveram uma briga e, para evitar que ele dirigisse, a mulher jogou a chave do carro para a vítima.

As imagens mostram quando, após gritar com a segurança, o homem desfere um soco no rosto dela.

Na sequência, a segurança cai e leva um chute na altura da cabeça. O homem se afasta e a vítima é amparada por populares.

Ele foi preso e encaminhado para a delegacia da cidade.

Fabiana Custódio, de 21 anos, que é sócia da vítima em uma lanchonete e trabalhava como segurança do clube na tarde deste sábado, relatou que outra pessoa também foi agredida pelo suspeito.

"Ele quebrou dois dentes de um rapaz e chegou a puxar canivete", contou Fabiana. "Eu estava na portaria do clube e minha colega na área da piscina. Foi quando ela me chamou pelo rádio, pedindo reforço. Ela disse que um casal estava brigando na direção do estacionamento e que o homem batia muito na mulher. Depois disso, minha colega não respondeu mais. Quando cheguei lá, ela já estava no chão."

De acordo com Fabiana, acontecia um churrasco no local para comemorar o aniversário de um dos sócios e que o suspeito com a esposa eram convidados. "Chamamos a polícia, que fez a prisão. A minha colega foi medicada, prestou depoimento. Ela está com marcas pelo corpo e um galo na cabeça, mas passa bem. Agora é esperar que seja feito justiça", disse.

O G1 tentou contato com vítima e suspeito, mas, até esta publicação, não havia obtido retorno.

Na Delegacia de Três Corações, ninguém foi encontrado para comentar sobre as investigações, mas a polícia confirmou que o suspeito continuava detido neste domingo (18).

Veja vídeo:

 

 

Comente esta notícia