facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

18 de Outubro de 2017, 08h:25 - A | A

NACIONAL / 2ª VEZ NO ANO

Governo autoriza reajuste nas tarifas postais dos Correios

Primeira parcela do reajuste é de 6,121% e tem prazo indeterminado; segunda parcela, de 4,094%, vai vigorar por 64 meses.

G1



As tarifas postais dos Correios serão reajustadas pela segunda vez este ano para serviços nacionais e internacionais, conforme uma portaria assinada pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, publicada no "Diário Oficial da União" desta quarta-feira (18). A mudança entra em vigor nesta data.

O novo reajuste acontece em duas parcelas. A primeira será de 6,121% por prazo indeterminado. Já a segunda será de 4,094% e passa a vigorar por 64 meses.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Segundo a portaria, o serviço da carta não comercial passará a custar R$ 1,25. No caso de telegrama nacional redigido pela internet, a nova tarifa passará para R$ 7,69 por página.

O último reajuste foi anunciado em abril, quando a estatal elevou os preços das tarifas em 7,49%, quando informou que a mudança serviu para compensar o represamento das tarifas em anos anteriores, quando não houve repasse integral da inflação.

Os Correios enfrentam a mais grave crise financeira de sua história, acumulando dois rombos de R$ 4 bilhões nos últimos dois anos.

Comente esta notícia