Cuiabá, 19 de Agosto de 2022
logo

04 de Julho de 2022, 08h:48 - A | A

NACIONAL / DOR E LUTO

Bolsonaro, Lula, Ciro e mais: veja repercussão da morte do filho de Caiado

A morte precoce de Ronaldo Ramos Caiado, 40 anos, causou comoção dos principais nomes da política brasileira.

RAFAEL DE SOUSA
G5 NEWS



A notícia sobre a morte de Ronaldo Ramos Caiado, 40 anos, filho do governador Ronaldo Caiado (União Brasil), gerou repercussão em todo país, principalmente, no meio político, entre a manhã e noite de domingo (03).

O corpo foi encontrado em Nova Crixás (377 km da Capital), mas as causas e circunstâncias da morte não foram divulgadas.

Em nota, o presidente Jair Bolsonaro (PL) declarou não haver dor maior para um pai ou uma mãe do que perder um filho. “Peço a Deus que, em sua infinita bondade e cuide da alma que parte de quem permanece”, publicou em suas redes sociais.

O ex-presidente Lula prestou solidariedade a Caiado e à Thelma Gomes, mãe de Ronaldo. “Perder um filho é uma dor que nenhuma família merece passar. Que Deus conforte a família nesse momento difícil”.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Ciro Gomes, pré-candidato à presidência, pediu que "Deus possa confortar seu coração e de toda sua família neste momento de dor”.

Leia mais em G5NEWS

Comente esta notícia