facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 18 de Julho de 2024
18 de Julho de 2024

02 de Novembro de 2017, 07h:50 - A | A

GERAL / RECOMEÇAR

Teólogos afirmam que a fé é o caminho mais rápido para superar o luto

Para os teólogos, as pessoas que são ligadas à fé são mais condicionadas à superar a morte de um ente querido de forma mais rápida e com maior facilidade de se adaptar às novas condições de vida.

CAMILA PAULINO
DA REDAÇÃO



Sobre análises do impacto que a morte de um ente querido pode causar na vida de uma pessoa, os especialistas em Teologia, Júlio Cézar Padilha e Teobaldo Witter, comentaram em entrevista ao sobre o poder da ação da fé na recuperação emocional de alguém.

Para o teólogo Júlio Cézar Padilha, apesar do impacto emocional por qual todos passam diante de um falecimento de alguém próximo, quem tem forte com a figura de Deus consegue superar a perda de alguém de forma mais rápida, do que quem não tem qualquer ligação com a fé.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

“O Dia de Finados é importante para refletir, pois a morte é a coisa mais certa que temos, mas não sabemos lidar com ela. Mas com a direção da fé, cada um na sua religião, buscando respostas, aprendemos a lidar com isso, pois aqueles que creem em um ser superior reagem mais à vida e a fé inspira a aceitação e consolo”, observou.

julio cezar

Júlio Cézar Padilha é pós graduado em Ciência da Religião

 

julio cezar

O teólogo Teobaldo Witter é professor da UFMT

O professor de Sociologia na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT, Teobaldo Witter, lembra que o poder da fé é comprovado por meio de pesquisas científicas, que mostram sua ação no combate a doenças como o câncer, depressão, além de acelerar o processo de superação do vazio causado pela saudade que ficou após a perda de alguém que ama.

“O exercício da fé pode ser um grande aliado da saúde física e emocional da pessoa, pois a pessoa começa a encarar a vida com mais esperança, amor que vem de Deus. Quem crê em Deus encontra sentido na vida, para continuar caminhando e vivendo bem e feliz”, declara o professor.

Ele explica que além de buscar forças em Deus é necessário que a pessoa que perde alguém amado seja amparada por amigos, familiares e se preciso for passar por acompanhamento terapêutico para que ela consiga superar a dor sem sofrer depressão.

Os teólogos ainda afirmam que o apoio na fé funciona como forte ferramenta de superação do luto, no período mais delicado, que é quando a pessoa toma consciência da perda. Para os especialistas, a figura de Deus tem grande representatividade no processo de adaptação às novas condições de vida.

 

Comente esta notícia