Cuiabá, 27 de Novembro de 2022
logo

21 de Novembro de 2016, 19h:44 - A | A

GERAL / FORTE CHUVA

Após rompimento de paredão MT-251 é liberada para o tráfego

O tráfego de veículos ficou interditado em meia pista por horas até que funcionários da Sinfra fossem ao local realizar a limpeza

DA REDAÇÃO



Já está liberado para tráfego o trecho danificado pelo deslizamento de parte dos paredões na rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), estrada que liga Cuiabá a cidade de Chapada dos Guimarães. Devido a forte chuva da manhã desta segunda-feira (21.11), parte da pista ficou interditada para limpeza dos detritos. Agora, o trânsito está normal.

Uma equipe de manutenção da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) foi acionada de imediato para a retirada do material da pista. Além da atuação da pasta, agentes da Polícia Militar sinalizaram o local para orientar os usuários da estrada. O trecho interditado fica na região do ‘Portão do Inferno’.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Além da Sinfra, a retirada dos detritos teve o acompanhamento de técnicos da Secretaria de Meio Ambiente (Sema-MT) para garantir a preservação do trecho, localizado no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães.

Atenção ao tráfego

Em época de chuvas, é necessário que motoristas redobrem a atenção nas pistas.

“É recomendado diminuir a velocidade, principalmente no trecho do Portão do Inferno, que historicamente tem alto em índice de acidentes. Estamos dando todo apoio técnico necessário para garantir ainda mais a segurança dos motoristas, no entanto, é importantíssimo que todos colaborem juntos”, afirmou o secretário da Sinfra, Marcelo Duarte.

Rompimento do paredão

Uma parte do paredão da rodovia MT-251, altura do local conhecido como Portão do Inferno, em Chapada dos Guimarães, caiu com a forte chuva desta segunda. Os blocos de pedra não chegaram a atingir nenhum carro, mas o fato fez com que parte da rodovia ficasse interditada por horas, até que os funcionários da Sinfra conseguissem realizar toda a limpeza.  

Outro estarago deixado pelas chuvas foi o rompimento de parte da rodovia MT-020 que nem tinha sido inaugurada pela administração pública. Ainda nesta segunda-feira, o chefe do Executivo asseverou que não irá pagar o incidente e que a empresa responsável terá que refazer a obra.   

Leia mais

Taques diz que não pagará por obra que 'chuva levou' na MT-020  

Comente esta notícia