Cuiabá, 06 de Outubro de 2022
logo

15 de Novembro de 2013, 08h:13 - A | A

ESPORTE / COPA MT

No jogo dos salários atrasados, União vence Mixto

Em crise financeira, times entram em campo pela semifinal da Copa Mato Grosso. Melhor para o União que joga pelo empate na partida da volta

GLOBOESPORTE.COM



O União largou na frente por uma vaga na final da Copa Mato Grosso, com a vitória sobre o Mixto por 2 a 1, nesta quinta-feira, no Estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis. A partida foi válida pelo jogo de ida da semifinal. Agora, o Colorado joga pelo empate na partida da volta, marcada para este domingo, em Cuiabá, às 18h. Ao Mixto, resta a vitória por dois gols de diferença para avançar. Se vencer por um gol, a decisão será decidida nas cobranças de pênaltis.

Os gols foram marcados por Bruno e Everton Mateus, para o time da casa, enquanto Geovani fez o do Tigre. O detalhe do confronto é que os dois times estão com salários atrasados, que já chegam a dois meses. Nesta quarta-feira, o Mixto ainda teve uma motivação a mais, com o pagamento de metade dos vencimentos de setembro.

O Colorado abriu o placar do jogo em linda cobrança de falta do lateral-esquerdo Bruno, aos 14 minutos. O Mixto empatou em cobrança de pênalti sofrido pelo atacante Geílson. O meia Geovani pegou a bola e converteu para deixar tudo igual, aos 26.

Quase no fim do primeiro tempo, o atacante Geílson sentiu a mesma lesão na coxa, que o tirou dos últimos dois jogos do Tigre na Copinha. Logo em seu retorno aos campos a dor voltou e o atleta nem voltou para a segunda etapa. O volante Flatini entrou em seu lugar.

No segundo tempo, o Mixto piorou sem o seu principal jogador e não conseguiu criar boas chances. O treinador do União, Eduardo Henrique, mexeu bem em sua equipe e dois atletas que saíram do banco de reservas participaram do gol da vitória. O atacante Deco tocou para o meia Everton Mateus que bateu firme para o fundo das redes, aos 24 minutos.

Aos 30 minutos, o volante Gean, do Mixto, ainda levou o cartão vermelho. Para piorar, o volante Jamba também foi expulso, aos 40, e deixou o Tigre com dois jogadores a menos.

Escalações

União – André, Diogo, Fábio, Valdison e Bruno; Wesley, Douglas (Paulista), Léo Mineiro (Everton Mateus), Jackson e Robinho; Marclei (Deco). Técnico – Eduardo Henrique
Mixto – Wallison, Gean, Dodô, Pio e Jeanzinho; Jamba, Kiko, Valderrama (Oneir) e Geovani (Esquerdinha); Éder Belém e Geílson (Flatini). Técnico – Zé Roberto

Comente esta notícia