Cuiabá, 26 de Setembro de 2022
logo

28 de Novembro de 2013, 08h:36 - A | A

ESPORTE / 3ª VAGA

Luverdense promete reivindicar possível vaga na Copa do Brasil

Para a diretoria, Verdão do Norte é o principal responsável pela provável subida da Federação Mato-grossense de Futebol no ranking da CBF

GLOBOESPORTE.COM



A possível terceira vaga mato-grossense na Copa do Brasil 2014 dará pano pra manga. Enquanto o treinador do Mixto garante que o time já recebeu um fax da CBF que garante sua presença na competição, o presidente do Luverdense, Helmute Laswich, promete brigar para a indicação de seu clube na competição nacional.

Isso porque, quase 55% dos pontos que serão conquistados pela Federação Mato-grossense de Futebol em 2013, são do Luverdense. O desempenho histórico do clube na Copa do Brasil, quando chegou às oitavas de final (perdeu para o Corinthians), somados ao acesso à Série B do Brasileiro, garantiram ao Luverdense mais de três mil pontos no ranking de clubes, que é automaticamente 'repassado' à FMF no ranking nacional de federações.

Os números serão divulgados oficialmente em dezembro, mas segundo o Luverdense 'basta analisar o desempenho do clube para chegar nesse número'.
Com eles, a FMF passaria a Federação Brasiliense de Futebol e ocuparia a 14ª posição no ranking da CBF, o que abriria a terceira vaga na Copa do Brasil. Por ora, o a entidade possui duas: Cuiabá como campeão estadual e o campeão da Copa Mato Grosso, que sai da decisão entre União e Rondonópolis.

- Não vou pressionar ninguém, pois quem decide isso será a FMF, mas vou colocar os números na mesa e mostrar que a entidade só vai subir no ranking por conta do Luverdense. Vou argumentar isso e eles decidem o que será mais justo – disse Helmute.

No arbitral do Campeonato Mato-grossense, os dirigentes de forma informal, deixaram acordado que, caso a terceira vaga seja oficializada, o Mixto seria o indicado pela FMF, na condição de vice-campeão estadual. Na ocasião, Helmute Laswich não estava presente. Ele é um dos quatro vice-presidentes da federação.

Comente esta notícia