Cuiabá, 02 de Outubro de 2022
logo

27 de Dezembro de 2013, 10h:19 - A | A

CIDADES / CENTRO DE CUIABÁ

Acidente entre ônibus e moto mata mulher e deixa um ferido em estado grave

Moto teria invadido preferencial e se chocou de frente com ônibus. Mulher morreu na hora. Existe a suspeita que ela não estava usando capacete de proteção no momento da batida.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



Uma batida entre um ônibus e uma motocicleta deixou uma jovem, de 20 anos, morta e um homem, de 25 anos, gravemente ferido. A colisão ocorreu na manhã desta sexta-feira (27), no cruzamento da Avenida Generoso Ponce com a Rua Joaquim Murtinho, região central de Cuiabá.

Segundo informações da Polícia Civil, o motorista do ônibus disse que a moto teria invadido a preferência e se chocado de frente com o veículo. No momento da colisão, Gislaine Magalhães de Jesus, vítima fatal, que estava na garupa da motocicleta, não estaria usando capacete de segurança. Nenhum passageiro do ônibus ficou ferido.

Devido ao impacto, a mulher morreu no local. Já o piloto da moto teve que ser encaminhado por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) em estado grave ao Pronto Socorro de Cuiabá.

O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para ser feito o exame de necropsia. Agentes da Perícia Técnica de Identificação Oficial (Politec) foram até ao local apurar as causas do acidente. O laudo com a resposta deve ser concluído nos próximos 30 dias.

A Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito vai investigar o caso. O motorista do ônibus pode ser autuado por homicídio culposo, quando não há intenção de morte.

TRÂNSITO CAÓTICO

Conforme a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e a Polícia Civil, de janeiro a agosto 72 pessoas morreram em batidas e atropelamentos, no trânsito da Grande Cuiabá. A maioria dessas vítimas era de motociclistas.

PRONTO SOCORRO LOTADO

 Os mesmos índices da Sesp e da PJC apontam que nesse mesmo período as duas cidades já registraram 6.643 ocorrências de trânsito, sendo colisões entre automóveis, atropelamentos de pedestres e ciclistas, além de capotamentos.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Cuiabá 70% dos leitos da Unidade Terapia Intensiva (UTI) do Pronto Socorro da capital estão sendo ocupados por vítimas de trânsito. Dessas vítimas 70% são motociclistas acidentados.

Comente esta notícia

toninho 27/12/2013

Estou impressionado,como em Cuiabá as leis de transito, não é respeitada e o SMTU não faz nada, hoje por volta das 9.30 horas trafeguei pela ISAQUE POVOAS e GENEROSO PONTES,Onde constatei a falta de respeito, dos motoristas, motociclista,especialmente motoristas de ônibus,estes não precisamos comentar devem ser orientado a só aceitar o que determina os seus patrões, para que corredor de ônibus? isso é atraso de vida O custo do projeto para melhora do transito, não saiu do bolso dos infratores,mas sim dos motoristas honestos,educados, ansiosos por uma CUIABÁ melhor.

1 comentários

1 de 1