facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 25 de Maio de 2024
25 de Maio de 2024

16 de Novembro de 2010, 23h:40 - A | A

VARIEDADES /

MT teve o maior crescimento econômico em 13 anos, diz IBGE



DA REDAÇÃO

 

Mato Grosso teve o 4º maior crescimento econômico em 2008, aponta o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou, hoje, o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados. Mato Grosso cresceu 7,9% e superou Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, dentre outros. O campeão em crescimento foi o Piauí com 8,8% (principalmente a resultados positivos na agricultura, com destaque para a cultura de soja), seguido do Ceará (8,5%) e Goiás (8,0%).

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

Mato Grosso tem também o 2º maior PIB/per capita do Centro-Oeste, com R$ 17.927. Só Notícias apurou que o IBGE constatou, no acumulado da série 1995-2008, que Mato Grosso, com taxa de 128,4%, foi o Estado com maior crescimento em termos reais, quase três vezes o crescimento médio nacional (47%). Observando os períodos 1995-2002 e 2002-2008, apenas no segundo o Estado, com taxa de 46%, foi superado pelo Tocantins, que obteve a maior taxa de crescimento, 47%.

Entre 2002 e 2008, Mato Grosso sofreu com a queda de 4,6% em volume do PIB na passagem de 2005 para 2006, influenciado pela queda em volume de 17,9% da atividade de agropecuária, já que esta atividade representava 32% de sua economia em 2005. A queda foi causada pelo excesso de chuvas, que prejudicou suas principais culturas, além do aparecimento da chamada ferrugem asiática, que acabou por provocar a recomendação do vazio sanitário no cultivo de soja - manter por 90 dias a ausência total de plantas vivas da cultura.

A desvalorização cambial também agravou a perda de valor adicionado, já que 60% da produção do estado destinava-se às culturas voltadas para exportação (soja, algodão e trigo). Nos anos seguintes, a agropecuária se recuperou e o estado fechou os anos de 2007 e 2008 com expansão real de 11,3% em 2007 e de 7,9% em 2008.

O segundo colocado na série 1995-2008, Amazonas, cresceu 104,9%, cerca de 82% do crescimento de Mato Grosso. O estado tem em média 30% de sua economia ancorada na indústria de transformação e, ao longo da série, a atividade cresceu 86% em termos reais entre 1995-2002 e 50,3% entre 2002-2008, totalizando um crescimento de 174,9%.

 

Comente esta notícia